Corrupção - DUKE

Corrupção – A Origem

De onde vem a corrupção ? (*)

Afinal, quem reclama da corrupção tá reclamando de quê ou de quem?

Enfim, a corrupção de que falamos é do Lula? ou seria do Serra? quiça do Fernando Henrique? Hipoteticamente do Aécio? E o “somos todos  Cunha”? produzida pela da Dilma?  do Sarney? quem sabe do Collor? do Renan? ou até mesmo da Roseanne Sarney? daquele dissimulado Romero Jucá? do falso Kassab? quem sabe de todos no Poder Judiciário? de todos os prefeitos e vereadores? dos congressistas eleitos? em última instância, poderia ser dos mais 300 picaretas do Congresso que se elegeram com o propósito de se locupletar e vender o país?

Tantas perguntas e poucas respostas ou respostas direcionadas a um só motivo, mas surpreendentemente, o brasileiro reclama de quê?

Se bem que o brasileiro esquece-se que a quase da totalidade destes daí, os que estão lá em cima, com corrupção e tudo, é por culpa e responsabilidade dos que reclamam, que votam de acordo com seus interesses individualistas.

Perguntar de onde vem a corrupção é um ato de auto-avaliação, e, certamente, a resposta é: vem de nós mesmos.

É filosofia pura, não existe o certo e o errado, é como a Doutrina do Duplo Efeito, atribuída a Tomás de Aquino.

Por outro lado, é como os dilemas associados a passagens da Bíblia, que muita gente usa individualmente e quando é para coletivizar, ignora.

Corrupção e o Eleitores – 13 motivos

O brasileiro medíocre, como se não bastasse, se acha melhor do que os outros e é mestre da hipocrisia, agindo assim:

1 – Saqueia cargas e veículos acidentados nas estradas, mesmo que existam mortos e feridos;

2 – Estaciona nas calçadas por mais que, muitas das vezes, existam placas proibitivas;

3.- Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração ou contravenção;

4 – Troca voto por qualquer coisa (areia, cimento, tijolo, promessa de trabalho e até dentadura) conforme sua conveniência;

5. – Fala ao celular enquanto dirige;

6 – Trafega pela direita nos acostamentos, ainda que seja perigoso;

7 – Para em filas duplas e triplas em frente as escolas, bem como em qualquer via que precisar;

8.- Viola a lei do silêncio, com o propósito de se divertir, desrespeitando as crianças, idosos, doentes e todos os outros;

9.- Dirige naturalmente mesmo após consumir bebida alcoólica, sem se preocupar com nada;

10 – Fura filas nos bancos e, além disso, usa de desculpas esfarrapadas na maior cara dura;

11 – Espalha mesas e churrasqueira nas calçadas desrespeitando transeuntes;

12 – Pega atestados médicos sem estar doente só para faltar ao trabalho;

13 – Faz “gato” de luz, de água e de TV a cabo, Internet e também reclama da qualidade do serviço;

Corruptores (Mais motivos)

Originalmente, este texto foi escrito com 10 “motivos” e mais 3. Posteriormente, foram sendo acrescentados outros, corrigidos alguns e,  portanto, ficamos muito além dos 13 iniciais, num sem fim de pequenas corrupções …

14 – Registra imóveis em valores inferiores aos negociados para pagar menos impostos;

15 – Compra recibo para abater na declaração do imposto de renda;

16 – Muda a “raça” para ingressar na universidade através do sistema de cotas;

17.- Quando viaja a serviço pela empresa se o almoço custou 10 pede nota fiscal de 20;

18. – Comercializa objetos doados em campanhas de doação;

19.- Estaciona em vagas exclusivas para deficientes caracterizados ou não como  PNE;

20 – Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco rodado;

21.- Compra produtos piratas com a plena consciência de que são piratas;

22 – Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca;

23 – Diminui a idade do filho para que usufrua de gratuidades;

24 – Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA;

25.- Frequenta os caça-niqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho;

26.- Leva das empresas onde trabalha pequenos objetos como clipes, envelopes, canetas, lápis;

27 – Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que lhe é destinado;

28.- Falsifica tudo, só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado;

29 – Quando volta do exterior raramente diz a verdade sobre o que traz na bagagem;

E a lista continua …

30 – Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes, não devolve;

31 – Fuma em locais onde é proibido, sempre de acordo com seu vício e falta de educação;

31 – Bebe em lugares onde é proibido e ainda acha que está sendo cerceado no seu direito;

32 – Desrespeita as leis de circulação de trânsito e “exige” prioridade na violação;

33 – Desrespeita, acintosamente, reservas em eventos com Ingressos de lugar marcado.

Dentre muitas outras …

Coniventes

Em suma, estes brasileiros querem que os políticos, que eles elegeram se comportem à sua imagem e semelhança, que sejam honestos e combatam a corrupção, como quem os elegeu faz.

Como se não bastasse, corre às redes sociais, aparece em manifestações para pedir impeachment, vai para a varanda gritar e bater panelas, veste camisa da selenike como se fosse algo de inteligente, rosna em redes sociais como se fosse um ser pensante, e outras atitudes típicas de quem não tem a mínima noção de que país está vivendo.

Afinal, esses políticos que aí estão foram paridos a partir desse mesmo povo, ou não?

Brasileiro reclama de quê, afinal?

Corrupção e o Brasileiro

Então sugiro adotarmos uma mudança de comportamento, comecemos por nós mesmos, onde for necessário, no bairro, no condomínio, na cidade.

Fala-se muito da necessidade de deixar um planeta melhor para os nossos filhos. Entretanto, nos esquecemos, completamente, da urgência de deixarmos filhos melhores, (educados, honestos, dignos, éticos, responsáveis) para o nosso planeta. Quando foi a última vez que você deu um livro para seu filho ler?

Por isso, somente através dos nossos exemplos, deixaremos filhos melhores para um mundo melhor possível, e vale muito a pena experimentar (claro que, para aqueles que nunca deram bons exemplos não sabem como é !).

Assim, caso tivéssemos um pouco de consciência e civilidade, não estaríamos na espiral descendente que estamos.

Assim como preconizam a maioria das religiões, o mal está dentro de cada um de nós e devemos procurar eliminá-lo dentro de nós antes de apontar o dedinho sujo na direção dos outros.

(*) – A maior parte deste texto foi extraída de tópicos e posts de várias redes sociais. Claramente com intuito de provocar os leitores e a refletir. Certamente, muitas frases foram copiadas de outros perfis e de outras redes sociais de contextos diversificados. Ficou guardado durante algum tempo, publicizei e vou revisando quando é necessário.

 

AVISO LEGAL – DISCLAIMER – RENÚNCIA

Os textos com publicação anterior à data da inauguração deste blog pessoal, são auto-biográficos ou do tipo “conteúdo de base estrutural”. Alguns são remanejados de datas posteriores para abrir espaço para outros temas.

São, da mesma forma, uma reflexão sobre tudo e sobre todos, especialmente sobre as avaliações que os outros fazem da gente, em redes sociais, sem saberem do que estão falando.

Não deixem que crianças leiam, a menos que sejam crianças inteligentes e que os pais as deixem pensar.

São expressamente proibidos para menores de 16 anos e para quem não sabe ler, escrever e interpretar.

 

Charge: Duke

 

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários, ou na página do Facebook, associada a este Blog.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referenciam-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.