Novo x Usado

Carro Novo – Pompa e circunstância

Carro no Brasil

Quando identificamos, numa sociedade, altos níveis de egoísmo, egocentrismo e outros “egos” direcionados a exaltação e adoração diante de um espelho, não é de se admirar com a história do povo brasileiro e sua troca de carro por um mais novo.

Status

No Brasil, ter carro é sinal de “status”. O cara pode ter um carro de R$10mil, o vizinho pode ter uma bicicleta de R$20 mil. Quem tem carro se acha mais importante. Tenho a concepção de que aqueles que moram numa casa que vale menos que os carros das pessoas que moram nela, são protagonistas de alguns desajustes.

Propagandas e imagens de carros são feitas para incutir desejos que as pessoas não precisam realizar.. Dessa forma, muitos consumidores são instados a trocar de carro, mesmo que ainda atendam perfeitamente às necessidades.

No mundo

Não tenho conhecimento de nenhum país no mundo que tenha tantas montadoras e tanta diversidade de modelos sendo vendidos. Países como EUA e Reino Unido tem média de troca de carro, em anos, muito superior ao Brasil.

Por que esta necessidade?

Vejo nas redes sociais grupos de consumidores reclamando dos preços dos carros e atribuindo isto aos impostos. Nem prestam atenção No que chamo de lucro das montadoras.

Temos à disposição no país verdadeiros lixos que são rejeitados em vários lugares do primeiro mundo e vendendo. Carros chineses, russos, coreanos, indianos, onde quer que exista uma montadora/fábrica, ela terá uma forma de mandar seus produtos (veículos e motos) para serem vendidos no Brasil.

Podemos mudar

Vejo alguns carros importados, com 3 ou mais anos de uso, que poderiam ir para a sucata. Mas carros que estão em excelente estado de conservação são tratados com escárnio por quem comprou aquele “popular” 0km por módicos R$40mil, de lucro e impostos.

Aprendi com um professor de economia que mercado de carro usado não influencia a economia dita macro, nem a micro, serve somente a especuladores que ganham dinheiro de gente sem noção que, muitas das vezes, abre mão de um ótimo carro, conservado e bem tratado, com manutenção bem feita, por outro caro, com financiamento, seguro caro, que vai ter mais de um recall e vai ficar parado igual ao outro.

Carro novo na garagem é típico de perdulários que reclamam de impostos. Tá certo, quem paga os impostos são eles. Mas deveriam contribuir para o país mostrando que sabem fazer uso do próprio dinheiro.

Um dia vou ver a campanha: Cuide de seu carro como se fosse seu !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.