Goebbels - Manipulação de Massas

Manipulação de Massas – A Série

Verdades e Mentiras

É histórico, tradicional e cultural. Maquiavel, Sun Tzu, Goebbels, e muita gente mais, têm suas teorias colocadas na prática  há muitos séculos. Repetir uma mentira para que se torne verdade, especialmente em propagandas pegajosas, virou modo de vida. Frases como: “… os fins justificam os meios …” retiradas de trechos das obras de Maquiavel (O Príncipe) e Sun Tzu (A Arte da Guerra), tornaram-se práxis de muita gente. Desse modo, em tempos de redes sociais ágeis e superficiais, tudo fica muito mais dramático, e possibilita a manipulação de massas até por déspotas pouco esclarecidos.

Somente aqueles que conseguem identificar sofismas e falácias podem entender os perversos efeitos das ações de muita gente que age, deliberadamente, usando estas táticas. Por isso, escreveremos a cada post sobre estratégia e táticas de manipulação de massas, sobejamente sugeridas, descritas e praticadas pelos autores e personagens acima citados.

Portanto, com este panorama escreverei uma série de textos relativos à Manipulação de Massas. Associando conceitos dos pensadores citados na introdução e as ideias do filósofo e ativista político Noam Chomsky, apropriadas ao mundo das redes sociais.

Manipulação de Massas

Diversionismo

Diversionismo é uma estratagema utilizada por quem deseja atingir um objetivo numa assembléia, sessão plenária, audiência de júri e outros espaços onde desvia-se do assunto principal com curiosidades e assuntos secundários. Como se não bastasse, este comportamento impede  o debate ou detalhamento de qualquer assunto, esvaziando ainda a questão principal..

Distração

Além disso, existe a distração, que é uma especialidade de diversionismo voltada para o controle social. Consiste no desvio da atenção do público (massa a ser manipulada) dos problemas importantes ou detalhes destes problemas, mediante distrações e com informações pouco relevantes. Em tempos de blogueiros e postadores de “notícias” de 140 caracteres, isto tem sido um prato cheio para formar gente desinformada.

A distração tem sido indispensável para bloquear o usuário de redes sociais e leitor de manchetes de conhecimentos essenciais em todas as áreas do conhecimento. Uma vez que estas áreas exigem conhecimento mínimo para entendimento dos problemas, debate e apresentação de  soluções as pessoas preferem ser ignorantes e somente “curtir” ou escreve “ok”.

Manipulação de Massas Digital

A inclusão digital, ao invés de ajudar a evitar diversionismos e distrações, tem crescido na linha oposta.

Falácias e Sofismas

Numa escala hipotética de graduação, existe, por exemplo, o sofisma, que tem a falácia como um subconjunto e a corruptela que denomino paralogismo. Alguns filólogos amenizam a crítica aos paralogistas dizendo que estes utilizam da figura de “boa fé”. Costumo desqualificar paralogistas e afirmo que são ignorantes, que não assumem a sua linguagem ilógica e desprovida de sentido, comportamento típico de doentes mentais. Cada vez que um texto é publicado nestas redes sociais rasteiras, repletas de compartilhadores de mentiras, certamente, faz com que o  “povão” pense que tem razão nas suas sandices e paralogismos.

Redes Sociais

Os pretensos debates, em todas as redes sociais, tem privilegiado a discussão rasteira, superficial, o surgimento de boatos (que são desmentidos, por exemplo, pelo E-farsas), as notícias falsas, chamadas por alguns de fake news. Este tipo de contra-informação, ou deformação da realidade, tomam tempo das pessoas, que poderiam ajudar na evolução do conhecimento mas preferem compartilhar mentiras.

É muito fácil, com a quantidade de paralogista e gente estulta, das redes sociais, fazer a manipulação de massas e hordas de seres imediatistas e seguidores de farsantes de púlpito e de palanque.

Portanto, a série serve de alerta e, ao mesmo tempo, de explicação das coisas como elas são, separando sofismas, falácias e paralogismos, até para que eu não seja acusado de fazer o que aponto como errado.

Seja cuidadoso sempre, separe informação de distração e diversionismo, entenda o discurso e saiba identificar paralogistas e enganadores.

Enfim, se não estiver atento, a vítima, certamente, será você !

 

Imagem: Reprodução KD Frases

 

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários, ou na página do Facebook, associada a este Blog.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referenciam-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.