Hipocrisia

Hipocrisia no comando

Não importa qual o ambiente ou qual a temática em discussão, não importa a analogia sobre as nossas vidas. Nossas vidas podem ser um quebra-cabeças em determinado momento, um jogo de xadrez em outros. Importa que, atualmente, nossas vidas parecem ser redes sociais. E, infelizmente, não são.

Rick Warren escreveu: “Se cair na armadilha de buscar a aprovação das pessoas, você esconderá seu verdadeiro eu por medo de ser rejeitado; abrirá mão de suas convicções para ser socialmente aceito e politicamente correto”

Redes sociais, IMNSHO, são a coisa mais hipócrita que já vi. Tem pessoas que acreditam, realmente, que a vida delas é aquilo ali. Outras pensam que não participando, não se expõe e as mentiras que vivem não são expostas. A origem deste comportamento coletivo hipócrita tem sentido. Parte da necessidade das pessoas em serem “aprovadas” pelos grupos que participam e pelos guetos e tribos que desejam ser aprovadas.

Quando uma rede social como o Facebook implementa algoritmos que ajudam a formar “bolhas políticas” somente com as pessoas que concordam com você, pelos menos as pessoas de bem deveriam se preocupar e tentar mostrar o mundo como ele é. Sei de vários estudos em andamento, abordando estas influências em redes sociais como O Twitter. Entretanto, estou aguardando algum estudo sobre estas influências e prevalência da hipocrisia em redes como o Facebook.

A origem

Do grego hypokrinein ou hypokrisía, que significava inicialmente “separar gradualmente” ou “representar um papel”, “fingir”, palavra hipócrita passou a ter como significado principal, o comportamento de ser fingido ou falso. Na antiga Grécia, os atores de teatro, durante as apresentações eles fingiam ser outras pessoas. Daí o que eles faziam no palco era uma “hipocrisia” (do grego hypokhrinesthai). Com o tempo, hipócrita passou a indicar qualquer pessoa falsa ou fingida, entrando assim na língua portuguesa, por volta do século XIV.

Visões da hipocrisia

Para Noam Chomsky, a hipocrisia, é a recusa de “… aplicar a nós mesmos os mesmos valores que se aplicam a outros”. Ele avalia que é um dos males da nossa sociedade, eu diria que é o grande mal que assola a sociedade da informação altamente conectada, que insere a perversa noção de que a hipocrisia em si é um comportamento aceitável, necessário ou que traga algum benefício para a sociedade.

Já ouvi e li algo como “sou feliz assim e pronto”… quando se limita à própria pessoa, é aceitável, quando exige a aquiescência de um grupo, é deplorável. 

Rochefoucauld tem uma visão mordaz e crítica para a hipocrisia: ” é a homenagem que o vício presta à virtude”.

Conflitos

Neste sentido, a necessidade de aceitação, exacerbada em tempos de redes sociais, feitas em um minuto, leva à construção de sustentação hipócrita, leva as pessoas a tratarem aparências, leva as pessoas a afastarem o “não curti”.

O Facebook demorou uma eternidade para aceitar esta situação, o fez de maneira não ostensiva, outras redes sociais nem cogitam isto e o “BLOQUEADO” tem sido a melhor maneira de gente prepotente deixar de ler ou ouvir o que os outros pensam.

É certo que, a maioria das pessoas trata estes debates com o foco na INVEJA. Preferem atacar as pessoas (leiam sobre falácia ad hominem) a ter que entender

Bill Cosby, ator estadunidense, disse (pelo menos acredito que tenha sido ele): Não sei qual a chave do sucesso, mas sei qual o caminho fácil para o fracasso: é tentar agradar a todos”.

Então, nosso dilema não é simples. Estamos numa situação em que agradar a todos é impossível, sabemos que o comportamento mediano da sociedade é ser aceitos pelas tribos pelas quais nos interessamos. O que deve-se questionar é: até que ponto? Porque debater é pior do que acatar tudo e tapar o sol com a peneira. É certo apontar o dedo sujo para alguma coisa e praticar delitos ou desvios igualmente condenáveis?

As redes sociais instantâneas estão colocando qualquer possibilidade de discussão sobre estes assuntos no lixo. A coisa é tão séria que algumas (seriam muitas?) pessoas tem várias máscaras e se apresentam de acordo com os grupos que querem agradar. Pode parecer piada. Uma página divulga fotos de procurados pela polícia. Um dos procurados foi identificado, mandou fotografia pedindo para atualizar pois a que a polícia exibiu estava ruim e não o representava como ele queria. Sinal dos tempos !!!

Imagem: Salvatorianos

2 comments for “Hipocrisia no comando

  1. Ccc
    28/03/2016 at 16:40

    O que significa IMNSHO???

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.