Banda Larga Fixa

Instável, Cara e Lenta

A Internet no Brasil tem experimentado um crescimento absurdamente vertiginoso.

Menos de quinze anos atrás a Internet era privilégio de quem trabalhava em empresas que tinha rede de computadores ligados à rede mundial, ou estudantes que tinham seus laboratórios ligados em rede com acesso externo.

Lembro que por volta do ano 2000, quando coordenava um grupo que tratava do “Bug do Milênio”, cuidamos de preparar as máquinas que seriam substituídas por conta do para formar redes de acesso público, denominadas posteriormente como “telecentros” para permitir acesso a quem não tinha sequer uma linha telefônica em casa. Usávamos software livre e hardware reaproveitado.

Fico sabendo que censos realizados nos domicílios brasileiros indicam que o acesso à Internet feito por equipamentos portáteis (tablets, smartphones etc) superou o acesso feito por computadores tradicionais.

Instável

Ter uma rede de banda larga em casa não é sinônimo de acesso garantido. Anúncios recentes de que algumas operadoras de telefonia estão se fundindo com outras, e de que alguns serviços de voz, feitos tradicionalmente por operadoras de telefonia, estariam sendo substituídos por serviços sobre IP (tecnologia que sustenta a Internet seja em qualquer meio e interface) tem provocado instabilidade, suspensão de serviços e outros problemas que não deixam o consumidor saber que a concessionária deveria garantir o serviço contratado ao menos por 93% do mês. Mas como usuários de telefonia celular foram adestrados a não reclamar quando as comunicações caem em caixa postal só para a operadora não computar instabilidade ou indisponibilidade do serviço.

Cara

Se dolarizarmos todos os serviços associados à Internet, praticados no Brasil, teremos, TODOS eles, classificados como os mais caros do mundo. Se ao menos estes serviços fossem de qualidade equiparável aos dos países mais caros, seria admissível abrir a discussão de custo x benefício. A realidade não é esta. As operadoras vendo serviços alternativos serem usados sem ônus (e.g. voz através do Whatsapp), arrumam artimanhas para atrapalhar o serviço, fazem falcatruas tecnológicas que não são auditadas, e cobram o que querem, indiscriminadamente. Aí daquele que esquecer um navegador aberto sendo tarifado. Estourará sua “cota” e a conta será impagável.

Lenta

Uma banda larga lenta, é típico de um país como o Brasil. A propaganda enganosa conta com a conivência da ANATEL, com a burrice dos usuários e a ignorância geral da mídia e autoridades que deixam estas operadores divulgarem taxas de velocidade que elas não cumprem nunca, e não permitem que nenhum usuário audite corretamente e de acordo com regras internacionalmente aceitas.

O Golpe

Operadores vão se ajustando, o mercado que deveria prover alternativas aos consumidores só vê as operadores se coligando e se fundindo e agora eles arrumaram um jeito de tarifar o tráfego de toda a Internet. Você aí que chegou até aqui e acha que mandar um áudio via Whatsapp nunca vai ser tarifado, vai ver o que é tarifa e qualidade de serviço quando atingir o limite daquilo que você transmite por áudio. As operadoras estão oferecendo planos de franquia que nada tem de franquia. GOLPE !

Mas falar de GOLPE, mesmo que seja de operadoras para com os clientes de telefonia móvel no país, parece ser um tabu. Ainda que mal comparando é como você comprar um carro e não obstante existirem radares limitando a velocidade, os giros do motor serão cortados na velocidade determinada pelo concessionário e o carro não andará, depois de X quilômetros, na velocidade que você pagou para andar. E tem gente achando que não tem nada a ver com isto.

Foto: Pond5/Techtudo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.