Yoshifumi Yagi

Herança do Orçamento Participativo

A Origem

Orçamento Participativo é uma iniciativa implementada na cidade de Belo Horizonte há mais de 20 anos. Ação de difícil compreensão geral, alvo de muitas disputas políticas, foi se desenvolvendo e em muitas regiões da cidades ganhou ares de oportunidade única para desenvolvimento e melhoria. Grupos de representantes da população decidiam em assembleias quais as obras e prioridades da sua região. Democracia maior impossível.

Significados

A disputa pelos recursos sempre foi estressante e a população voltava suas preferências para obras que atendesse, basicamente as necessidades de cada região. Neste sentido, estas necessidades de quem mora em regiões como Norte, Leste e Oeste da cidade sempre foram muito diferentes daquelas da denominada região centro-sul.

Foram muitas edições e muitas mudanças nos mecanismos do Orçamento Participativo.

Orçamento Vivo

Neste ano, depois que políticos quase exterminaram o Orçamento Participativo (alguns avaliam que ele foi tão depreciado que praticamente Inexiste e foi deixado morrer à míngua) vemos uma grande obra não no sentido de volume de recursos investidos mas no significado.

Está sendo inaugurado um teatro público. Um grande espaço de arte e cultura (Espaço Cênico Yoshifumi Yagi) que tem o dom e é resultado da escolha de uma população, fora da região Centro-Sul. Um complexo cultural de qualidade fora do perímetro da avenida do Contorno. Localizado no Bairro Alípio de Melo, que alguns classificam como Pampulha (um amigo dizia, na década de 80, quando perguntado sobre onde era o “bairro” Pampulha: é qualquer região da Grande BH que seja após a Lagoinha e antes de Sete Lagoas …).

Enfim, um marco para a cultura da cidade. Agora é função da população da Zona Norte (Pampulha e adjacências) ocupar o espaço que foi conquistado em grande parte graças ao Orçamento Participativo. Quem sabe sirva de inspiração para outras iniciativas desafiadoras e que o Orçamento Participativo ressurja como uma Fênix.

Foto: DA Press

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.