Congonhas do Campo

Passeio bate e volta a partir de BH (12)

Inspirado em um artigo do site cultural sobre Minas Gerais, resolvi recomendar roteiros de passeio, atividade de um dia, algo do tipo vai cedo, almoça e volta ao final do dia. Ou vai no sábado pela manhã e volta no domingo à tarde.

As dicas vale para quem é de BH e pensa que não tem alternativas baratas de passeio e lazer. Ou para belo-horizontinos que recebem visitas de outros estados e ficam com poucas opções de mostrar as coisas de Minas. Adotei uma regra que é indicar somente roteiros de bate-e-volta a menos de 150 km de Belo Horizonte onde é possível ir e voltar em menos de duas horas, de carro. Este roteiro tem sido bem recebido e pode se tornar algo mais independente num blog próprio.

Monumento Cultural da Humanidade

Localizada a 80 km de Belo Horizonte, Congonhas ganhou este título por conta de seu conjunto histórico-arquitetônico-barroco, Congonhas é conhecida como “Monumento Cultural da Humanidade”, devido ao grande conjunto histórico-arquitetônico-barroco que possui e por atrair turistas do mundo inteiro pelas obras sacras e esculturas esculpidas em pedra sabão atribuídas ao Mestre Antônio Francisco Lisboa, conhecido como Aleijadinho.

Alcunhada de “Cidade dos Profetas”, devido a doze esculturas que representam os profetas, colocadas na entrada da Igreja do Senhor Bom Jesus, que atraem turistas do mundo inteiro, tombado pela UNESCO por sua riqueza e grandiosidade. Este patrimônio foi construído em várias etapas, durante os séculos XVIII e XIX, pelas mãos de mestres, artesãos e pintores, sendo os principais Aleijadinho e Manuel da Costa Ataíde, constituindo um dos maiores acervos do barroco brasileiro.

A cidade é situada num vale por montanhas. O nome vem do tipo de vegetação encontrada nos campos, que os índios chamavam Congõi, que em tupi significa “o que sustenta, que alimenta.”
O que foi uma cidade que cresceu e prosperou com o ouro, hoje vive do minério de ferro, sua maior fonte de arrecadação atualmente, onde são necessárias várias toneladas para valer um grama de ouro. A cidade possui completa e variada oferta de produtos e serviços para os visitantes.

Destaques

Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos – O conjunto arquitetônico da basílica é Patrimônio Cultural da Humanidade. Em seu adro, as 12 estátuas dos profetas representam o maior cartão postal da cidade. As seis capelas que compõem o Jardim dos Passos, possuem imagens esculpidas em cedro de elevadíssimo valor histórico.

Igreja de Nossa Senhora do Rosário – Foi construída por escravos, em fins do século XVII, antes da chegada dos mineradores que fundaram a cidade. É a mais antiga de Congonhas do Campo. O altar singelo é consagrado a Nossa Senhora do Rosário.

Parque da Cachoeira – O Parque Ecológico da Cachoeira proporciona aos cidadãos e aos turistas, momentos de lazer com uma cachoeira natural e piscinas. Possui ainda quadras de esporte, churrasqueiras e área de camping. Possui infraestrutura de restaurante e lanchonete Funciona de terça a domingo, de 8h às 18h.

Romaria e padroeira – A Romaria é outro monumento histórico. Antigo pouso para os romeiros pobres que vinham em peregrinação até a cidade durante a semana do Jubileu. Demolida em 1968, foi reconstruída em 1994 e hoje abriga um centro de atividades culturais, museu, casa do turista. Na segunda semana de setembro, a cidade faz sua festa da padroeira onde os romeiros participam atividade dos festejos.

Igreja Nossa Senhora da Conceição – Foi ciada em 1749 e tem na portada obra em pedra sabão atribuída a Aleijadinho. A capela-mór, de 1764 tem detalhes atribuídos a Manoel Francisco Lisboa, pai de Aleijadinho.

Museu da Imagem e Memória – Está instalado no antigo casarão dos Fonseca, na rua Bom Jesus, a histórica rua da Ladeira, próximo à Basílica. Possui dois pavimentos e está equipado com elevador para atendimento dos deficientes físicos. O imóvel foi totalmente restaurado, nos mínimos detalhes, para ambientar fotos, documentos e objetos antigos da cidade e das personalidades que fizeram a história de Congonhas.

Como Chegar

Distante cerca de 80km de Belo Horizonte, basta seguir pela BR040, sentido Rio de Janeiro.

Saindo de BH, a Viação Sandra leva a todos rapidamente. Ainda tem ônibus desta empresa saindo de São João Del Rei, São Brás do Suaçui, Entre Rios de Minas, Resende Costa e Jeceaba, em horários e ida e volta variados.

P.S.

1) Bate e volta terá publicação semanal, prioritariamente às sextas/sábados.

2) Relate aqui a sua experiência ou alterações nas informações sobre este passeio.

3) Os passeios estão limitados a 150 km de BH. Possivelmente será expandido a 200km.

 

Foto: Prefeitura Municipal de Congonhas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.