Caveira Turbo

A caveira e a paixão por motores

Existem muitos mitos e muitas verdade que não são bem entendidas pela população. Com a explosão das redes sociais, todo tipo de símbolo, está, irremediavelmente destruído em seus conceitos. Não importa o assunto, as lendas urbanas viram realidade e a realidade vira ficção. Misturou tudo.

Clubes de moto

Diz a lenda que aviadores estadunidenses, ao voltarem da guerra, e ansiosos pela adrenalina dos combates, viram nas motos uma forma de manterem-se independentes. Surgiam os moto clubes com regras parecidas com a hierarquia e disciplina militar. Como tudo que evoluiu nos últimos anos, a explosão dos moto grupos, que não tem nada a ver com grupos de motociclistas, que, em quase todos os casos não te regras e nem compromisso colocaram em xeque a proposta dos moto clubes. Admito que hoje existem moto clubes bons,  moto clubes maus, grupos de motos e motoqueiros, estes últimos mais conhecidos como “cachorros doidos”.

A história dos moto clubes e os relatos da vida de um moto clube é muito grande para caber num blog inteiro,

Clubes de carro

Os clubes de carro tem uma lógica parecida, menos voltada para a adrenalina mas fortemente voltada para a paixão. Paixão por motores, velocidade, mudanças, quebra de regras autoritárias. Quem gosta de um giro de motor não tem como gostar de carros, motores e motos. Daí surgem os clubes de aficionados em carros, que derivam para marcas de carro, modelos de carro etc. assim como nos moto clubes.

Entretanto, a confusão nos clubes de carros passou a ser maior do que nas motos. O mundo inteiro experimenta a explosão dos grupos de fãs de modelos e até de versões de modelos, em função dos seus adeptos possuírem aquele modelo. Mudou o modelo, muda a “paixão”. Até aí, crime nenhum, paixões vem e vão. Mas o que estamos vendo é uma deturpação do ideal daqueles que amam e são apaixonados por alguns ideais como se clube de carros ou motos fosse a mesma coisa de grupos individualizados e com interesses desvirtuados. Quando vemos um grupo reunido em torno de uma pessoa, com objetivos comerciais ou de interesse pessoal, fica quase impossível admitir que se trata de um clube de carro (com as motos acontece a mesma coisa). Embora não pareça, este tipo de grupo é feito para proselitismo, como num partido político ou seita religiosa.

Irmandade

Clubes de carros e motos (estes com mais ênfase) trabalham a questão da irmandade,. da cooperação. Pode parece esquisito mas alguns rituais de admissão em  moto clubes são rigorosos para testar a fidelidade e caráter de quem quer fazer parte do grupo. Clubes são diferentes de torcidas organizadas ou grupos de carros e motos onde basta comprar o adesivo e a camisa e “sair por aí”. Muito moto clube tem valores familiares e de civilidade mais presentes do que algumas seitas e igrejas. O respeito entre clubes rivais é muito diferente do que estamos presenciando neste momento nas redes sociais e mundo virtual. Ainda bem que algumas coisas estão restritas ao mundo virtual, por enquanto.

Caveira

Uma característica dos moto clubes (bons e maus) é terem associado de alguma forma sua ideologia representada numa caveira. Sim… moto clubes tem muita ideologia e a caveira representa a igualdade. Uma caveira significa que não se distingue a raça, a religião, o gênero, a classe social. Muita gente neste mundo moderno de redes sociais não entende.

Defendo a ideia de que clubes de motos e carros sejam mais caveira e menos grupos e virtuais. Tatuar uma caveira em henna e sair zuando com moto ou com o som do carro no último volume do agudo pelas ruas não tem nada do espírito de clube de aficionados. Pelo contrário.

A reunião e encontros deve ser destes clubes deve ser para passeios, lazer, cooperação, colaboração, beneficente, como manda o figurino e como está na história dos verdadeiros clubes de motos e carros. Claro que cada integrante de um clube deve mostrar o seu melhor, deve exibir com orgulho a sua parte do clube, mas pensando primeiro no coletivo. Seria muito agradável ver o ressurgimento de clubes de aficionados por motor, sejam eles em duas, três, quatro ou quantas rodas forem necessárias para nos mover pela paixão. O espírito da caveira há de prevalecer.

Imagem: www.colame.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.