Grande Hotel - Araxá

Sumiram com cidades turísticas

E tem gente que acha normal.

Minas Gerais são muitas, já dizia o poeta-filósofo. É o estado com maior número e municípios do país. Tem muitos habitantes e uma diversidade que impressiona. Possui riquíssima história e cultura enraizada na história do país.

Há controvérsias !!!

O Ministério do Turismo, através de seu ministro interino, fez publicar uma relação de cidades turísticas de Minas que foram excluídas dos vários circuitos existentes no estado. Significa que, mesmo que continuem sendo cidades que atraiam turistas, ficarão de fora do direcionamento de políticas públicas e repasse de recursos federais para manutenção e evolução das atividades.

Foram 181 (cento e oitenta e um) municípios excluídos, alguns destes, sobrevivem exclusivamente do turismo pois, em muitos casos, leis municipais de preservação da memória e do meio ambiente, limitaram por muito tempo o crescimento e desenvolvimento não sustentável.

Agora já era!

Vou citar alguns municípios que na minha opinião deveriam é receber mais recursos para se tornarem sustentáveis com o turismo e cultura, e não serem alijados do processo.

  • Araxá
  • Caldas
  • Cambuquira
  • Catas Altas
  • Esmeraldas
  • Matozinhos
  • São Lourenço
  • São Roque de Minas
  • Uberaba
  • Uberlândia

Alguns municípios excluídos podemos compreender, alguns dos incluídos não fazem o menor sentido. Alguns mantidos são questionáveis. Mas a falta de critério impressiona. Excluir município que abriga fontes de águas e riquíssima história, ou aquele que da época do ciclo do ouro sobrevive do turismo é coisa e gente maluca, ou com más intenções. Em breve veremos municípios voltando atrás nos seus desmembramentos.

Foto: Grande Hotel – Araxá (MG) – Skyscrapercity

 

2 comments for “Sumiram com cidades turísticas

  1. Reginaldo Amaral
    07/03/2017 at 16:22

    Das 34 cidades as Margens do Lago de Furnas, Boa Esperança e Capitolio, São as mais turística. Em qualquer parte destas duas cidades, você vê atmosfera de Turismo. Boa Esperança MG, foi excluída, e mantiveram municípios que não tem nada haver com Turismo.

    • 07/03/2017 at 18:41

      Reginaldo, algumas cidades retiradas do GUIA federal “especializado” é possível aceitar. Outras, Nem pensar! Infelizmente, algumas sofrerão com a retirada do Guia, mas a responsabilidade é dos próprios cidadãos que elegem prefeitos de baixíssima qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.