LagoaSanta - MG

Passeio bate e volta a partir de BH (26)

Inspirado em um artigo do site cultural sobre Minas Gerais, resolvi recomendar roteiros de passeio, atividade de um ou dois dias, de puro lazer e cultura, algo do tipo vai cedo, almoça e volta ao final do dia ou no dia seguinte comum pernoite.

Algumas cidades e localidades possuem um rico acervo natural, cultural e turístico, que podem ser visitadas mais de uma vez. Consistem numa ótima opção de passeio para os habitantes de Belo Horizonte, das cidades Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e excelentes opções de cartão de visitas quando formos anfitriões de alguém de fora de Minas Gerais.

A cidade contemplada hoje é Lagoa Santa, outrora denominada Lagoa Grande ou Lagoa das Congonhas do Sabarabuçu é próxima a BH (35 km) e tem atrações que até ensejaram posts separados (Gruta da Lapinha e  Área de Proteção Ambiental Carste. Existem distritos que tem muita história e cultura e peço desculpas a todos por não citá-los.

Eu estava postergando a publicação de Lagoa Santa, pois entendo que deveria ter dois ou três posts sobre a cidade, mas alguns amigos e parentes me cobraram de forma veemente. Um município que tem atributos para entrar nos circuitos de grutas, estrada real,serra do cipó,arquelogia e outros, merece muito mais do que este simples post. Aí está, resumido.

Parque Aeronáutico

Espaço privilegiado para os amantes de aeronáutica. É denominado Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA LS) e teve seu lançamento efetuado e 1935, com a presença do então presidente Getúlio Vargas.  Teve auge de suas atividades duas ou três décadas após a segunda grande guerra e foi diminuindo, gradativamente,  sua presença no cenário aeronáutico nacional. Bons tempos dos papa-filas Fenêmê azuis.

Museu Arqueológico

Fundado pelo arqueólogo húngaro Mihály Bányai (1920-2005), o museu teve sua inauguração no ano de 1972. Recebe visitas e excursões que, infelizmente deve ser agendadas com antecedência. Espaço privilegiado para entender um pouco melhor a importância da região de Lagoa Santa como, talvez, o principal sítio arqueológico do Brasil.

Lagoa Santa

O povoado teria sido fundado por Felipe Rodrigues, tropeiro viajante que se estabeleceu próximo à lagoa. A lagoa tem característica especial. Como não é atingida por ribeirões e córregos de porte, sua água provêm de aquífero localizado no meio do lago e que transborda para desaguar no Rio da Velhas.

O nome atual foi implementado após circular entre os povoados a notícia que aquelas águas tinha poder curativo. Diz a lenda que o próprio Felipe Rodrigues estabeleceu-se naquele lugar por sentir-se aliviado de suas dores nas feridas.

Lugar aprazível, com toda infraestrutura de alimentação, hospedagem e serviços, merece algumas horas de descanso e admiração da beleza natural da lagoa.

Foto: Eupídio de Andrade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.