Pecados do Atendimento

Mentirinhas que fazem perder credibilidade

Trabalhei durante a maior parte da minha vida profissional na área de eletrônica, tecnologia da informação, Internet e atividades correlatas. Muito tempo mesmo. Desde cedo, quando ainda tinha uma oficina de consertos de TVs e vídeo-cassetes, ficava incomodado com algumas desculpas que ouvia de outros profissionais. Similar à “rebimboca da parafuseta”, no ramo da eletrônica o equivalente “fauferes no condensador” tinha suas aplicações.

Evoluindo em processamento de dados ( a tecnologias da informação e comunicação -TICs – de hoje) as coisas foram clareando. Não gosto do tratamento que recebo dos call-centers porque sei de muitas histórias de tratamento indevido para com os clientes.

Deveria ser possível pegar um a um destes atendentes ou contatos que não fazem seus trabalhos honestamente.

Já sei. Reclamando de novo da mesma coisa. Post repetido. Mas digo que tem piorado muito. De cada dez mensagens de texto que recebo nos meus celulares, ONZE são de “profissionais de relacionamento”. Está insuportável.

Mas gostaria de repassar as desculpas que os profissionais de TI utilizam à exaustão e deveriam abolir. Quem sabe eles abolindo, o pessoal do suporte desconfia.

Pérolas da enganação em TI (desenvolvimento e produção):

  • Se tivessem feito o que solicitamos, isso não teria acontecido;
  • Já foi explicado que não fazemos isto;
  • Ninguém nos comunicou sobre isto;
  • Alguém mexeu nisto;
  • Isto não estava assim até pouco tempo;
  • Isto é um problema que deve ser resolvido por outro setor;
  • Esta versão está incorreta;
  • Avisamos que ainda não estava pronto;
  • Da nossa parte está tudo certo;
  • Em nossa rede este problema não é reproduzido.

São todas estas desculpas inadmissíveis. Somos tratados como qualquer principiante em todos os temas.

Acontece que agora vem o pior. Além do pessoal de TI com estas desculpas,existe o pessoal de capacitação (chamam de treinamento que parece adestramento) e o pessoal de planejamento.

É tudo um jogo de empurra. Não interessa o modelo, interessa com os “caciques” querem trabalhar. É impressionante a desfaçatez. E não adianta por agência reguladora, regras de relacionamento, possibilidade de bloqueio, fiscalização e auditoria. Os caras são impávidos como Mohamed Ali. Piores que Bruce Lee.

A responsabilidade por sermos mal atendidos é toda nossa. Quando não reclamamos, alimentamos o desrespeito para com outros e passamos a ser coniventes com a incompetência. Operadoras de telefonia, bancos, TV por assinatura, empresas de crédito pessoal, Serviços de Internet, são todos farinha do mesmo saco. Desrespeito em primeiro lugar.

Este pessoal roubou minha alma de profissional de TI.

Imagem: Reprodução Internet

P.S. Esta postagem teve vários problemas que ainda não consegui determinar a origem. Desculpem inconsistências e imprecisões. Desisti de revisá-la na décima vez que deu erro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.