Oligarquia Tupiniquim

República da Panákia – Oligarquia

Oligarquia

Em primeiro lugar, na ciência política e social, oligarquia é, resumidamente, a forma de governo em que o real poder está nas mãos de  poucos. Setores da economia transnacionais formam a oligarquia dominante e que detêm o poder no país. Não tenho a pretensão de ensinar os primeiros passos para ninguém. Apenas registro cada termo, para que eu contribua na montagem deste enorme quebra-cabeças.

Nossa oligarquia é composta de pecuaristas, donos das telecomunicações, da mídia, da indústria, dos transportes, exploradores da fé alheia e por aí afora. Assim sendo, todo o resto é atravessador ou capitão-do-mato e, do outro lado, temos o povo (servos e não-servos). Juntos, estes déspotas detêm o poder, desde 1808 quando D. João VI abriu os portos às “nações amigas”.

Tim Maia dizia que não pode dar certo: “… no Brasil, tem pobre que é de direita…”  e torce para seu oligarca de estimação.

O Livro

República da Panakia – O Verdadeiro País das Maravilhas

Autor: Walter del Picchia

Obra desaprovada com louvor pela Universidade da Suprema Sabedoria Panakiana (USSP)“.

ISBN 85-7556-150-2

Edição Esgotada (Clique AQUI para download do .PDF)

Oligarquia Panakiana

Oligarquia Panakiana

 

O texto “República da Panákia – da Origem ao Futuro” será o guia para as abordagens entre a Panákia e os países Inculto, Rude, Bárbaro e Fake.

O Admirável Princípio

Com o propósito de esclarecer, qualquer semelhança do conteúdo do livro do professor Del Picchia com fatos e versões da vida real, não é coincidência.

Nada aqui é mera coincidência.
Nesta obra, personagens, instituições e fatos não são
fictícios, mas inspirados na realidade e premonições
racionais dela.

Walter Del Picchia, in "A República da Panakia".

A “Regra de Ouro” ou “Admirável Princípio” (tudo na Panakia é admirável !) diz que:

“Ou o governo adere à oligarquia ou a oligarquia muda o governo”.

Esta regra aplica-se aos governos de déspotas esclarecidos, que travestem-se de democracia. Os governos mudam e são mudados, e a patuleia fica se achando.

As oligarquias no Brasil mudaram quando mesmo?

Seria necessário ao menos uma geração inteira para mudarmos a educação e todos terem chances iguais. Mas os oligarcas e seus capitães-do-mato, apoiados por serviçais religiosos e outros, continuarão determinando quais governos devem sustentá-los.

Sem revolução de verdade, não cairão e as tais “resistências” são somente diversionismo e brincadeira de neófito “guerreiro” de teclado e rede social.

Educação

Vivemos em tempos difíceis, a oligarquia cerceou o direito de todos à educação. Ampliaram os cursos superiores, conforme interesses das instituições de ensino dos oligarcas do comércio educacional. Bastou menos favorecidos começarem a ter “doutores” em suas famílias que a festa acabou.

O governo do ex-presidente Lula atreveu-se a criar escolas técnicas de acordo com a aptidão de cada região do país. Depois de processado o presidente vai ser preso. É um crime inafiançável alguém propor e executar bolsa-família vinculada à educação básica e manter ensino médio profissionalizante. A presidenta Dilma caiu porque “desviou” dinheiro para programas sociais.

Lembro-me de livros que eu adorava ler, da coleção “Primeiros Passos”. Certamente, nenhum deles é indicado para adolescentes. Depois vejo alguém dizer nestas malditas redes sociais que “… não vi isto em nenhum livro …”.

Claro que não, seu imbecil !

Livros são a história contada de acordo com a visão dos vencedores. A oligarquia educacional não contará esta história.

O sistema é bruto !

Democracia Guiada

A partir da ideia de oligarquia, dos princípios da república panakiana e da pseudo democracia em que vivemos, certamente estamos numa democracia guiada.

Da mesma forma que no texto “A Trincheira da Hipocrisia“, o pensamento de Gramsci é aplicável a estes tempos que se parecem confusos: “Odeio os indiferentes …

Por exemplo, temos no Brasil um processo eleitoral falacioso. Uma máquina de votar não-auditável já que, a cada eleição, esconde mais do que mostra. O obscurantismo medieval, inegavelmente, é a base da nossa “democracia” em que elegem candidatos que fazem promessas e nunca as executam.

Com efeito, quem é eleito, e não entra no esquema, é expurgado. Como na obra de Del Picchia, os povos bárbaros, rude e incultos, certamente, não tem capacidade e nem direito de decidir e opinar.

Deram um golpe, entregaram o Pré-Sal, a mídia pratica o diversionismo e ainda me perguntam nas redes sociais: “… que golpe …” ?

Vai estudar rapaz !

Em suma, não tenho oligarca de estimação, embora sofra assédio deles ou de seus paus-mandados.

Estou, sobretudo, na resistência. Somos poucos !

Imagem: Reprodução Internet

2 comments for “República da Panákia – Oligarquia

  1. Benedito Gonzaga Teixeira
    03/05/2020 at 19:07

    Discordo q a vinculação do bolsa família à educação básica tenha sido crime.

    Crime foi a instalação da roubalheira no Planalto e nos altos escalões de determinados governos corruptos.

    • 03/05/2020 at 19:35

      Benedito,
      Desculpe a falta de jeito… a República da Panákia é uma ficção baseada em fatos e personagens reais. Nos meus posts alusivos à Panákia, com a devida vênia do autor original, permito-me “licenças poéticas”, também conhecidas como “ironias” ou chistes… no caso do Bolsa-Família, a criação foi considerado “crime” pelas elites… daí tudo que estamos vendo HOJE… e olha que o tal bolsa-família vai ser salvação da economia…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.