11 de setembro - 15anos

11 de setembro – 15 anos

Não, este post não tem nenhum sentido de resgatar o momento vivido pelos estadunidenses ou de remoer a questão do terrorismo, seja ele religioso ou de Estado.

Alguma coisas são engraçadas como ficam marcadas na nossa mente. O 11 de setembro ficou marcado na minha.

2001

Estava sendo uma semana difícil. Qual não é? Minha esposa estava grávida do que esperávamos ser o último filho(a) (acredito que seria filha!) após um longo período do nascimento do caçula (haviam se passado quase 13 anos). A expectativa era imensa e ela havia passado mal a semana inteira.

Na véspera, dia 10, ela sentiu-se mal, foi medicada e durante o início da madrugada tivemos que correr para o hospital pois as pouco mais de 9 semanas de gravidez estavam em risco. O pior aconteceu e a gravidez foi interrompida. Passei a madrugada numa sala de espera gelada de hospital. Bem cedinho, já na sala de recuperação, concluímos que não havia retorno.

Fiquei esperando na sala com outros acompanhantes e a TV começou a mostrar ao vivo, o drama dos ataques de 11 de setembro. Confesso que estava sonolento e fiquei atordoado sem entender. Perguntei algumas pessoas e o espanto era completo. Ninguém conseguia dar informações além do que ouviam na TV. Fiquei ali acompanhando o noticiário até a liberação da esposa. Fomos pra casa e ela e repouso e eu acompanhando.

Naquele dia, o Cruzeiro jogaria por uma competição internacional, no Mineirão. Depois de 18 anos sem perder uma partida do time enquanto eu estava em Belo Horizonte e ele jogando no Mineirão, estava decretada a minha ausência.

2016

Não me esquecerei daquele dia. E agora está registrado. Se fosse uma menina eu estaria preparando a festa de 15 anos dela para daqui algumas semanas ou meses. Vejo as pessoas se comportando diferente, meu time sofreu uma derrota no Mineirão (eu estava lá) e a vida continua.

Engraçado como as referências de cada pessoa são tá diferentes das outras e, às vezes, pelos mesmos motivos. Um amigo que à época estava em NYC disse que ficou vendo tudo, ao longe, da janela de sua residência, e me relatou isto via email (na época as redes sociais instantâneas eram outras). Esta aldeia é muito louca. Acabou em 2012 e ainda não percebemos.

Onde você estava e o que fazia no 11 de setembro de 2001 ?

P.S. 15 anos atrás, o Cruzeiro ganhou do Independiente (ARG) por 4 a 1, pela extinta Copa Mercosul e até o André “bracinhos curtos” Doring defendeu pênalti.

Imagem: Internet – Autoria não identificada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.