Chefe Capaz

Chefes ruins são uma praga !

Já trabalhei em muitas organizações, de diversos estilos de gestão, desde os metódicos japoneses aos liberais estadunidenses. Em quase todas elas fui chefiado, não tinha ninguém para chefiar ou gerenciar.

Alguns empresários contratam chefes ruins para poderem fazer maldades e posarem de “bonzinhos”. A fachada interessa a maus empresários, um chefe ruim pode colocar tudo a perder. Poucas foram as oportunidades de comandar equipes. Espero que não tenha cometido os crimes que estarei indicando a seguir.

Ambiente hostil

Um problema com toda chefia que não sabe controlar ambientes com fofocas e sabotagens é a criação, ampliação e disseminação de um clima beligerante entre os comandados. Se subordinados se sentem menosprezados, o clima fica insuportável e hostil.

Imagem externa

Quando um gerente ou até mesmo um supervisor operacional trata com falta de educação ou desrespeito a um funcionário, na frente de clientes ou funcionários de outras empresas, ou ainda quando o clima hostil é deixado transparecer no atendimento ao telefone, nos emails, na apresentação dos trabalhadores, um cliente ou fornecedor pode se sentir desmotivado a operar com a organização. A empresa perde negócios.

Vida pessoal

Embora seja possível quem este ou aquele funcionário separe a vida pessoal da profissional, todos que trabalham em equipe Podem sofrer quando chefes ou líderes não sabem tratar as diferenças de personalidade. Xingamentos, críticas públicas, acessos de raiva e destempero, levam a que pessoas, de diferentes níveis de discernimento, levem mais ou menos coisas para a vida pessoal, e as experiências podem não ser boas.

Produtividade Baixa

Estudos indicam que em ambientes estressantes e beligerantes, as pessoas fiam até 30% menos criativas e com diminuição de aproximadamente 25% nas ideias e propostas de melhoria. Um ambiente hostil, coloca as pessoas fazendo aquilo que lhes é mandado. Muito do que é conhecido como absenteísmo, maior provocador de produtividade baixa, é ocasionado por desejo de cada trabalhador em ficar longe de seu local de trabalho.

Líderes de verdade

Existem alguns chavões e lendas sobre o tema. Ninguém forma péssimos líderes de propósito. Em alguns casos, pode até ser incluído alguma atributo negativo do líder. Na maioria dos casos não. Então, mecanismos de avaliação de líderes, feitos por clientes, pelos subordinados, pelos superiores, é mais do que necessário.

Bons chefes Prestam atenção em tudo de seus subordinados. Pequenos detalhes podem expor grandes  atributos a serem explorados. Chefe bom não é aquele que paga o churrasco no final do ano, nem o que dá brindes para quem não merece. E também não é aquele que fica repetindo teses sobre meritocracia. Empresas estão perdendo o trabalho de bons profissionais, mesmo que eles permaneçam em seus locais de trabalho e os chefes achando que está tudo “sob controle”.

Perde a organização, perde todo mundo !

Imagem: Reprodução Internet

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.