Tecnologia Avançada

Muito além do ´desliga isso ai` …

A coisa tá complicada (acho que tenho escrito isto muito mais do que desejaria para este blog). O uso de tecnologias chegou aos recém-nascidos e pais, mães, educadores e toda a fauna de responsáveis por bebês, crianças e adolescentes estão começando a ficar preocupados.

Problemas

Conversando com um casal de amigos, destes que não atuam com tecnologia, aliás, tem pouca ou nenhuma intervenção com tecnologias e redes sociais surgiu o assunto e a preocupação com a filha. A garota, estudante de Direito, foi assaltada perto de sua casa várias vezes. Em três ocorrências os meliantes levaram seu precioso smartphone que custa mais do que seu salário mensal. Ela diz que “não tem problema, fiz seguro do aparelho”. Os pais assustados estão procurando outro lugar para morar, como se fosse resolver.

Nos EUA, pediatras começam a publicar estudos e recomendações para que bebês com menos de 18 meses (isto mesmo 18 meses, um ano e meio de vida) que mal andam e falam, não tenham contato com telas de equipamentos mobile e computacionais. Existem defensores de que, a partir dos dois anos, tá tudo liberado e pode ser lúdico.

Além do “desliga isto aí”

Pediatra estadunidense (aqui no Brasil, se debater o tema, apanha!) entende que a partir dos dois anos o contato com tecnologias é saudável e faz parte da evolução e avanço da educação. Nos EUA. As diferenças sócio-culturais, como aqui no Brasil, elevarão o abismo entre crianças com recursos esem recursos tecnológicos.

Pais de crianças, principalmente os que possuem recursos, acostumaram-se ao “desliga isto aí” e vem almoçar, estudar, viver.

Lamentavelmente, pais estão deixando os filhos serem educados pelas redes sociais. Assim como uma certa geração de batedoresde panela foram educados pela TV, e possivelmente não deu muito certo na maioria dos casos.

Futuro

Estou a pensar sobre o que acontecerá com esta geração que estão sendo adestrada com telas touch-screen, com apps completamento estúpidas e geradoras de gente preguiçosa, com este afastamento que proporciona uma família almoçar à mesa corporalmente unidos e espiritualmente em planetas e vibes diferentes.

Copiando a frase do Cap. Nascimento: VAI DAR MERDA !

Charge: Glasbergen

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.