Mesentério

Mesentério – A dobra dupla do peritônio

Sou curioso por natureza, desde pequeno. Esta curiosidade e a necessidade de experimentar e fazer as coisas da forma que a gente imagina, me levaram, até pelos recursos que eu tinha na infância, a mexer com eletro-eletrônicos, desde rádios e TVs a válvula, que me levaram à informática e afins. Alguns denominam, acertadamente, como hacker.

Algumas coisas me causam curiosidade mas não passam além da leitura. Coisas que tenho curiosidade e que nunca experimentei são, por exemplo, a biologia ou o corpo humano. Mas uma coisa nunca havia me chamado a atenção. Como teria sido a história evolutiva da descoberta de órgãos, das doenças associadas a um órgão e como se dá a evolução da medicina.

Evolução das doenças

Minha curiosidade relacionada a medicina começou quando fui diagnosticado como portador de astigmatismo e aceitei passivamente o tratamento. Assim eu resolvia a questão de renovação da carteira de motorista, mas a dúvida de como eu não tinha sido diagnosticado com o desvio da visão quando obtive a licença inicial e cinco anos depois o defeito foi constatado.

Aceitei e fui embora com lentes corretivas. Algum tempo depois surgiu a possibilidade de cirurgia para correção de astigmatismo. Lá fui eu para exames preliminares. Aí uma descoberta, não tinha astigmatismo. Fui diagnosticado com Ceratocone e que as técnicas cirúrgicas e requisitos da cirurgia não se aplicavam. Aí comecei as pesquisas. Certo é que hoje não tenho a certeza se tenho ceratocone (alguns requisitos não se encaixam) e o que devo fazer com isto. Sublimei o assunto. Deixou de ser prioridade.

Mesentério 

Como estou preparando para uma cirurgia, tenho lido muita coisa sobre os pré requisitos, as condições e tudo que envolve a cirurgia. Aí me deparo com uma descoberta, e o mais curioso, como se define um novo órgão, como se trabalha as possibilidades de deformação e doença associadas a este novo órgão.

Cientistas identificaram e reclassificaram um pedaço do organismo humano. Estudos apontam que uma classificação e definição dada como definitiva há mais de 100 anos, deveria ser revista. E foi.

Definiram como Mesentério uma dobra dupla do peritônio – como se chama o revestimento da cavidade abdominal – que une o intestino com a parede do abdômen e permite que ele se mantenha no lugar.

A partir de agora, temos um “novo” órgão  que pode explicar muitas doenças do aparelho digestivo. Fico imaginando que estarei submetido a uma cirurgia e nem tenho ideia se os que vão me operar concordam com esta nova classificação.

Na verdade, tem momentos que entendo a ignorância seletiva e global que algumas pessoas adotam.

Imagem: Pin it

Pedido de Doação

Meu irmão está precisando de doadores de sangue (qualquer tipo e fator), só assim ele, e muitos outros, conseguirão prosseguir com o tratamento e ter esperança numa melhoria e retomada da normalidade.

Carlos Henrique de Oliveira (paciente do Hospital Mater Dei)

Banco de Sangue – Hemoter

O Hemoter recebe doações para pacientes que estão internados em diversos hospitais. A doação pode ser realizada para paciente específico ou voluntário para o banco de sangue.

Telefone: (31) 3295-4584

Horário: 8h às 13h, segunda-feira a sábado (sábado, somente com agendamento prévio pelo telefone).

Endereço: Rua Juiz de Fora, 861, Barro Preto – Belo Horizonte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.