Blogueiro Enrolado

Uma experiência enriquecedora

No dia 1 de fevereiro de 2016 eu iniciava uma experiência que sempre incentivei os outros a realizarem, sempre ajudei com recursos e infraestrutura tecnológica para outras pessoas e organizações e nunca havia experimentado do ponto de vista da exposição pessoal. Naquela data inaugurei meu blog pessoal, com domínio próprio, sem utilizar o maledetto “dot.com” que tanto me incomoda.

Comemoração

Pensei em como comemorar este um ano.Pesquise e vi muitas formas que blogueiros no mundo inteiro comemoram. Achei que a maioria, que comemora com números, com coisas os tipo “os 10 posts mais lidos” e outras, privilegiavam grupos ou leitores específicos. Pensei em fazer um post com “10 motivos para ler este blog” ou “Os posts que você perdeu ao não ser leitor deste blog”. Muito narcisista. Não tenho esta sanha.

Foram muitos posts, alguns comentários, o surgimento de seguidores e elogios de gente que eu nem imaginava ser meu leitor. Descobri também que devo tomar cuidado com o que escrevo. Mesmo que eu não cometa nenhum absurdo, descobri que a quantidade de leitores silenciosos é enorme. Muito maior do que os leitores que rugem. Recebi poucas críticas, alguns avisos de correções por erros diversos, os quais tentei corrigir prontamente.

Fiz posts sobre temas diversificados. Evitei falar de futebol pois falo disso em outros espaços. Consegui passar longe de seitas e discussões estéreis sobre fanatismo religioso. Não consegui ficar longe da política nacional e local, ou dos personagens da política tupiniquim. O tema está tão complexo que ganhei leitores e perdi “amigos”.

Como escrevi no título, é uma experiência enriquecedora. Consegui obter muitas coisas além do que imaginava no início. E vou compartilha-las com todos que seguirem acompanhando este blog e seus desdobramentos.

Futuro

Criei posts em série que, no meu ideário, seriam transformados em blogs ou sites independentes. A mídias das redes sociais tem mudado muito. A grande adesão de neófitos em redes sociais é para ferramentas e canais pouco elaborados. As pessoas estão com uma séria deficiência em concentrar a atenção em textos com mais de 140 caracteres. É quase impossível debater algo, consistentemente, em um parágrafo de 5 ou 6 frases. Insisti. Alguns temas não repercutiram, aos poucos vou abandonando-os, outros deram certo e serão blogs ou sites separados. Espero não perder leitores deste meu blog pessoal.

Assim que eu estiver de volta à sala de aula, ou com alguma tutoria em algum curso à distância, este blog terá predominância de posts sobre o tema que eu estiver tratando com os parceiros educacionais. Tentarei ser mais organizado (deixei de publicar em algumas datas e a coisa ficou atrasadérrima). Alguns posts exigem  mais atenção na edição e organização da pesquisa. Alguns amigos perguntam como consigo fazer tantas coisas ao mesmo tempo. Não Sei. Mas sei que dá muito trabalho.

Agradeço a todos que dedicaram um minuto que fosse para ler algo que escrevi por aqui.

Divulguem, compartilhem, curtam e, principalmente, comentem, debatem e ajudem a mudarmos estes péssimos hábitos imediatistas e rasteiros da maioria das redes sociais.

Posso garantir que credibilidade percebida é muito valiosa. Coerência também. Continuarei ajudando professores, entidades assistenciais e outros que necessitarem de apoio que é possível eu fornecer.

Imagem: Blog Read & Lead

Pedido de Doação

Meu irmão está precisando de doadores de sangue (qualquer tipo e fator), só assim ele, e muitos outros, conseguirão prosseguir com o tratamento e ter esperança numa melhoria e retomada da normalidade.

Carlos Henrique de Oliveira (paciente do Hospital Mater Dei)

Banco de Sangue – Hemoter

O Hemoter recebe doações para pacientes que estão internados em diversos hospitais. A doação pode ser realizada para paciente específico ou voluntário para o banco de sangue.

Telefone: (31) 3295-4584

Horário: 8h às 13h, segunda-feira a sábado (sábado, somente com agendamento prévio pelo telefone).

Endereço: Rua Juiz de Fora, 861, Barro Preto – Belo Horizonte.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.