Motorista Bom - Humortadela

O motorista bom

Motoristas

O Mundo mudou muito, e as formas e possibilidades de transporte mais ainda, Assim sendo, mais condutores de meios de transporte e mais motorista, o que não significa que todos sejam motoristas bons. Estes, estão ficando, cada vez mais, raros de se ver. A figura do condutor nos meios de transporte terrestre existe desde a primeira máquina motorizada.

Não sei quem nasceu primeiro, o motorista, o chofer (do francês chauffeur) ou o carroceiro. Se bem que alguns atuais motoristas dirigem com o carroceiros, ou mais remotamente, como condutores de bigas ou quadrigas, próprias das idades do Bronze e do Ferro. Os condutores de veículos automotores de hoje, nas grandes cidades, nos remetem à idade da Pedra, antes da descoberta da roda.

O assunto rende muita pauta e post; tem sobre motorista profissional e amador, podemos falar da gentileza urbana no trânsito, daqueles pedestres “gente boa” e outros “gente ruim”. Enfim, falou que tem rodas, tem alguém a guiar e a “guerra” ficou insuportável.

Motorista Bom

Costuma-se avaliar, na minha opinião equivocadamente, um motorista pelos acidentes que se envolve. Por exemplo, muitas vezes, avalio um motorista pelo estado do carro com amassados e outros detalhes que revelam, no mínimo, extrema falta de cuidado. Dessa forma, avaliar um motorista bom ou ruim, deve-se saber dirigir e ter noção das diferenças de veículo para veículo.

Muitos motoristas não são ruins, foram pessimamente treinados, conseguiram carteira sabe-se lá como, ou compraram mesmo. Mas o certo é que virou uma terra em lei, o trânsito nas grandes cidades onde o motorista acha que ele pode fazer o que quiser ao volante. Basta ninguém ver o que ele está fazendo ou ele não provocar um acidente. Aliás, provocar acidente pode, não pode é se envolver ou ser pego em flagrante delito. Basta rodar 10 km no trânsito de qualquer cidade que tenha ao menos dois semáforos, que qualquer motorista bom, minimamente, civilizado, vai deparar-se com alguma infração de trânsito dos outros.

Com a Internet e redes sociais, entretanto, passamos a ser capazes de ver todos os absurdos possíveis no trânsito e acharmos “normal”. E o motorista bom nada pode fazer contra o mau motorista, a não ser se prevenir. Estamos sujeitos a sofrer acidentes, alguns fatais, por conta de irresponsáveis que se acham bons.

Fiquei mais atento e preocupado após ver a impunidade campear, ver um chefe de Detran, responsável por punir maus motoristas e punir até mesmo o motorista bom, poder dirigir com toneladas de multas, autuações e carteira suspensa.

Portanto, ao ver este tipo de coisa e ouvindo de meu próprio filho a frase ´Você já dirigiu melhor`, eu tenho a certeza: Tem muita coisa errada e não vai melhorar.

Motorista melhor

Todo motorista se acha melhor do que o outro e isso só seria possível se todos os motoristas com os quais a gente se compara, dirigissem o mesmo carro, no mesmo trajeto, no mesmo momento e sob as mesmas condições. Quase impossível.

Assim sendo, creio que podemos ficar com a definição de motorista bom e que cada um admita que não existe motorista sem erros e que muitos fatores podem mudar o mundo e o tráfego.

Durante um tempo atrás, eu passava todo dia pelo mesmo lugar marcado por acidente que sofri, uma reta plana com sentido único na avenida e que sempre tinha um poste quebrado. E eu me perguntava, como este cara conseguiu bater aí. Numa bela madrugada, chovendo fino, eu dormi ao volante, bati no poste. Tive ali a resposta e nunca mais perguntei como motoristas conseguiam bater naquele poste.

Não se define a qualidade de nenhum motorista pelos acidentes que protagonizam. Não se criminaliza nenhum motorista pelo acidente ou mortes que provocam, e a questão não é somente ser ou não doloso ou culposo.

Em suma, o que não pode é continuar do jeito como está avançando com total desrespeito no trânsito, onde se mata por questões banais e onde ter mais experiência ao volante é sinal de dirigir pior aos olhos dos outros.

 

Texto atualizado em 31dez17.

 

Charge: Humortadela

 

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários, ou na página do Facebook,associada a este Blog.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referenciam-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.