Desvio de Caráter - Charge Ivan Cabral

A epidemia do Desvio de Caráter

Análises e Senso Comum

A princípio, algumas coisas são universais e absolutas. Por exemplo, todas as pessoas acham que tem bom senso e que desvios são cometidos somente pelo “filho da vizinha”. Não importa qual o tema, as pessoas seguem um pastor como uma ovelha, não pode falar mal e errados são os outros. A pessoa faz uma escolha política ou clubística no futebol, de orientação sexual ou qualquer outra, que não concorda vê desvio. Particularmente, entendo que estas pessoas é que possuem problemas graves, praticam a hipocrisia, falsidade e outros pecados, numa demonstração de desvio de caráter clara e absoluta.

Escreve, anteriormente, um texto ( Senso Comum e a Manipulação de Massas ) onde iniciei análises sobre uma área na qual não possuía nem formação autodidata. Os resultados de meus estudos e leituras tem sido surpreendentes, um grande aprendizado e evolução, mas que os “especialistas” no tema demonstram extrema rejeição e contrariedade.

Eu entendo, estes corporativistas querem que o senso comum deles prevaleça sobre os “não -iniciados” e que a patuleia aceite os dogmas de gente manipuladora.

#AquiNAObébé  ! ! !

Desvio de Caráter

Em primeiro lugar, quando falamos de qualquer coisa que se refira a uma pessoa, temos que tomar o cuidado para respeitar a personalidade da pessoa. Por exemplo, eu tenho uma personalidade classificada como INTJ (ver em Wikipedia INTJ segundo Myers-Briggs) e sou desrespeitado nesta premissa básica.

Dessa forma, não respeito ninguém que fala ou escreve “… tem que respeitar opinião …”.

Em outras palavras, tem que respeitar cada personalidade e ouvir a opinião, debatendo se for conveniente e os interlocutores entenderem, o resto é mimimi de rede social estulta e rasteira.

Assim sendo, desvio de caráter é uma disgrama que uns fedazunha trazem desde o berço e que usam de carapaça para se esconder de qualquer debate que se pretenda sério

Evolução do Desvio de Caráter

Observa-se a evolução do desvio de caráter quando algum ser humano começa com mentirinhas, acredita nelas e intensifica o uso de frases feitas.

Certamente, quando alguém usa justificativas como “não se deve avaliar o livro pela capa…” ou congêneres, para esconder algum desvio é porque está em curso uma evolução muito maléfica.

Aliados a estas manifestações perceptíveis, a hipocrisia, a falsidade, estão presentes nestes comportamentos de pessoas. Entretanto, se temos pouco contato com aqueles que estão evoluindo no desvio de caráter, podemos incorrer no risco de achar que são comportamentos inteligentes, de astúcia e atitudes “do bem”.

Sociopatia e Psicopatia

Em suma, infelizmente nossa sociedade apodreceu (falar adoeceu é passar pano para a realidade). As redes sociais que invadiram a Internet tomaram conta do mundo e potencializaram comportamentos de sociopatas ao nível de psicopatia. Comportamentos de desvio, restritos a famílias, pequenas localidades ou isolados, ganharam o mundo com as comunicações proporcionadas pelos celulares com “inteligência” e sem nenhum filtro.

Chegamos ao ponto que pais, para atender aos “desejos” dos filhos menores de 14 anos, patrocinam a incursão dos filhos no crime de falsidade ideológica. Sim, falsificar a idade para se cadastrar numa rede social, colocar imagem que não corresponde a real imagem da pessoa e atitudes semelhantes vai muito além de desvio de caráter dos pais. Pode ser tipificado e incurso em diversos crimes, além de, com toda a certeza, levar aos filhos a ideia de que este tipo de atitude é normal, de pai para filho.

PILARES

Desse modo, é totalmente inútil tentar falar sobre sinceridade, respeito, responsabilidade, zelo, senso de justiça, cidadania e outros temas nestas redes sociais. Qualquer um que ousar falar seriamente será bloqueado e deixará de ter seguidores. É um preço caro e a nossa sociedade pagará caro por isso. Temos uma geração inteira de inúteis e gente que adestrou seus filhos à sua imagem e semelhança.

 

“Supõe-se que a evolução não ande para trás.

Mas uma manobra em marcha a ré pode representar o futuro de uma espécie, inclusive a humana”

(Michael La Plage)

Futuro

O futuro é nebuloso, atributos e comportamentos como descrevi em 7-5-3 Bushido Code estão completamente fora de moda. Não conseguimos atenção nem com parentes próximos e amigos. A preguiça mental, necessidade de fazer sucesso rapidamente e o desrespeito às ideias e pensamentos construtivos impera.

Enfim, o preço que pagaremos será alto demais e não vai ter volta, o fim do mundo não vai ter meteoro.

 

(*) Revisado em 9 de julho de 2020

 

Charge: Ivan Cabral

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários ou na página do Facebook, associada a este Blog, certamente serão todos lidos e avaliados.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referenciam-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.