Bandidos de Toga no Comando

Bandidos de Toga de ocasião

Bandidos de Toga

Alguns anos atrás, quando morava em Brasília, estive muito próximo de algumas coisas que eu não tinha noção de como funcionavam. Estava no auge de seu mandato no Executivo do GDF o mineiro Arruda, ganhou a eleição de barbada. Com toda a certeza, tinha acordos prontos e juntou-se a gente rica e poderosa, e todos atuavam em instâncias organizacionais paralelas aos partidos. Por outro lado, deve ter se garantido com a condescendência dos bandidos da toga.

Aliás, no Brasil, partido político é detalhe, brasileiro gosta mesmo é de se locupletar e falar mal de políticos, desde Ruy Barbosa e as capitanias hereditárias. Um destes colunistas escreveu sobre “O banditismo que veste toga …” e ficou tudo por isso mesmo.

Ano passado, por exemplo, vendo o descalabro que atingimos com o descarado golpe escrevi “Estabilidade jurídica e diversionismo“, não tenho bola de cristal, mas tá ficando muito feio.

Rábulas

O Brasil virou uma república de rábulas e, ao mesmo tempo, passou a ter bandidos de toga, e em alguns estados, comandam verdadeira máfias.  Muitos deles concursados, sabe-se lá em quais condições e com quais privilégios, levam bacharéis que não conseguem nem passar no Exame da Ordem (OAB) para assessorá-los. O compadrio permite, acima de tudo, até o chamado nepotismo cruzado entre “parças”.

Recentemente, vários policiais foram presos em operação que comprovou a participação de agentes de polícia e políticos em fraudes de concursos. Corre à boca pequena que muitos políticos compram vagas de “concurseiros” em tribunais de contas, no Poder Judiciário e até Sistema Prisional para, “… quando precisar, te procuro…“. Anteriormente, escrevi e publiquei um texto sobre rábulas concursados, especialmente estes jovens que abusam de powerpoint motivacional e sabem nada de tudo.

Lojões

No caso de Brasília, do governador Arruda, que era figura importante na sua loja, assim como outras figuras atuais o são em suas respectivas organizações, inclusive o “golpisto”, houve uma defenestração sumária do ex-governador, assim que algumas gravações foram ao ar. Curioso é que muitos continuam até hoje no poder. E não é citado nenhuma relação destas pessoas pela mídia e suas relações extra-política. Assim como os políticos que se elegeram por conta de igrejas, times de futebol e afins, sou contra misturar as editorias. Engraçado é que muitos comentaristas, misturam quando é conveniente e escondem quando não interessa.

Bandidos de toga são Isentões

Estes são os piores, se vendem e traem por muito menos de 30 dinheiros, aliás, para ser bem moderno, se vendem por centavos de Bitcoins. Apoiam movimentos como MBL e outros menos cotados que receberam dinheiro até par montar bonecos infláveis e patos de borracha, ajudam a eleger vereadores e ficam posando de isentos. Não passam de pulhas oportunistas com seu discurso de pedir “cadeia para todo mundo”.

Bandidos de toga são diversionistas

Como se não bastasse, o ano de 2016 não acabou e promete ser pior do que 1968. Com toda a certeza, vem muito mais por aí, pois bandidos de toga são diversionistas demais. As delações dos “irmãos Lulinha” ficaram fora de controle e, portanto, tiveram que sair da República de Curitiba que, por inveja do trabalho feito pela PGR, resolveu delatar os pedalinhos (DE NOVO !).

establishment, desde as Capitanias Hereditárias ficou sob risco, e como sempre acontece, criam fatos “novos” como forma de diversionismo. A população que estava começando a entender os riscos e prejuízos das reformas temerosas  se viu na periferia do furacão. E vem mais por aí. Estão fazendo de tudo para manter as reformas e ferrar com o povão, lenta, gradual e fortemente. Não permitirão mudanças nas políticas eleitoral e institucional estabelecidas.

Diretas ou Indiretas

Eu não havia visto o discurso do início de 2016 de um deputado federal, acho que do RJ. Apreciei a coragem dele para fazer previsões políticas e falar da urna comandada pelo TSE. Vou arriscar, é provável que o “coitado” nunca mais seja eleito para nada e ainda vai reclamar das urnas num choro de perdedor.

Se o Rodrigo Maia cair antes do Temer (já desistiu de paralisar o processo contra ele) eu ficaria muito surpreso… Varrerão todos que tiverem sob suspeita e colocarão um “isentão” de carteirinha (sim, alguém deve ter esta condição), e, certamente foi “convencido” para conduzir o país até outubro de 2018, sem eleições (direta ou indireta) e com manutenção do status quo.

O Fla-Flu entre diretas ou indiretas é diversionismo. Enquanto você segue fazendo analogias com futebol e religião, escolhendo se torce para Fla ou Flu, as propagandas sobre os “benefícios” das reformas continuam, a todo vapor. Chegamos a um ponto em que delatores que n]ao ficam presos e recebem dinheiro de volta, são vistos como heróis. O Tiririca deveria ter o mandato retirado. Não foi ele quem se elegeu dizendo que “pior não fica”?

O jogo é bruto, ou como disse o personagem Capitão Nascimento (in Tropa de Elite): O sistema é phoda e, em suma, bandidos de toga estão no comando, livres leves e soltos, se tiver algum preso, será libertado com aposentadoria compulsória. E, surpreendentemente para  alguns, aposto que bandidos de toga vão pleitear cargos no Executivo e Legislativo e se tiver um fardão, vai ter muitos seguidores.

 

Charge: Charge on Line

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários, ou na página do Facebook, associada a este Blog.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referenciam-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.