Reinaldo Azevedo - Veja

Mais uma esparrela do Reinaldo Azevedo

Amigos jornalistas e outros nem tanto, diplomados ou práticos, invadiram as redes sociais em defesa do companheiro de trabalho deles (corporativismo), Reinaldo Azevedo.

Algumas manchetes:

  • Reinaldo Azevedo pede demissão de revista depois de divulgação de conversa com Andrea Neves (R7.Com)
  • Grampo com Andrea Neves derruba Reinaldo Azevedo (Brasil247)
  • Reinaldo Azevedo pede demissão da ‘Veja’ após divulgação de grampo com irmã de Aécio sem indício de crime (O Globo)
  • Reinaldo Azevedo pede demissão da Veja após conversa com irmã de Aécio ser divulgada (BOL)

Grampo

Sou cartesiano. Por acaso o MPR fez grampo no Reinaldo Azevedo para descobrir quem era ou é fonte de informação dele, neste caso de delação que assombra a nação? Acredito que todos os seres racionais do país responderão então que NÃO.

Não gosto de analogias, por isso, ficarei no caso específico e sem comparações.

Se o grampo era para a senhora Neves, aquela que mandava e das mandava em redações de jornais em Minas (parece que ainda manda). Aquela que mandava encarcerar quem ousasse mostrar a realidade dos demandos de seu “mano”, então porque se ela tratava de negócios comprando jornalistas (???) a conversa deveria ser guardada?

Reinaldo Azevedo é, sempre foi, e na sua carta de despedida da Veja (foi DEMITIDO!) indica que sempre será, a verdadeira esparrela do jornalismo brasileiro.

Sigilo da Fonte

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

XIV – e assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional.

Parece que o investigado era Reinaldo Azevedo, que ele estava protegendo sua fonte e por isso, a empresa que ele recebia parte de seus salários (a outra parte vinha de criminosos, alguns investigados) o demitiu.

Fico impressionado com a quantidade de jornalistas que sai em defesa deste grande embusteiro, como muitos outros na mídia tupiniquim. Como se o processo,investigação fosse sobre o desrespeito ao Incixo XIV da CF/88. Como estão rasgando vários artigos da Constituição, não me assusto com mais esta esparrela do Reinaldo e seus defensores.

Defender jornalistas que estavam sob grilhões da “primeira irmã”, não era possível. Não é mesmo?

Imagem: Reprodução/Adaptação Internet

Pedido de Doação

Meu irmão está precisando de doadores de sangue (qualquer tipo e fator), só assim ele, e muitos outros, conseguirão prosseguir com o tratamento e ter esperança numa melhoria e retomada da normalidade.

Carlos Henrique de Oliveira (paciente do Hospital Mater Dei)

Banco de Sangue – Hemoter

O Hemoter recebe doações para pacientes que estão internados em diversos hospitais. A doação pode ser realizada para paciente específico ou voluntário para o banco de sangue.

Telefone: (31) 3295-4584

Horário: 8h às 13h, segunda-feira a sábado (sábado, somente com agendamento prévio pelo telefone).

Endereço: Rua Juiz de Fora, 861, Barro Preto – Belo Horizonte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.