Anencefalia

Sobrevivendo com anencefalia

Falta de cérebro

Às vezes, temos que pegar um assunto sério, para tratarmos de algo que as pessoas não prestam atenção. Neste caso, usarei a palavra anencefalia.

Acima de tudo, parece complicado e é complicado. Anencefalia seria uma deformação de bebês em que estes nascem sem cérebro e com problemas na formação craniana. A lógica é de que não existiria vida sem cérebro. Ainda mais em seres humanos.

Sobrevivendo com anencefalia

O cérebro é, sem dúvida, o componente do corpo humano mais misterioso de todos. Chamar artefatos tecnológicos produzidos pelo homem de cérebros eletrônicos é muito perturbador.

Por exemplo, o Dr. John Lorber (1915-1996), neurologista e professor na Universidade de Sheffield (UK), tinha uma teoria, fundamentada num caso real, em que era possível um ser humano não ter o cérebro detectável. Baseou sua hipótese num estudante que tinha hidrocefalia, cérebro não detectável e QI superior a 120.

Contudo, David Bower, neurofisiologista da Universidade de Liverpool, indicou que o trabalho de Lorber não apontava que o cérebro era desnecessário, mas dava pistas de que a ciência ainda não consegue perceber que a disruptura pode mudar muitos conceitos.

Existe muita discussão sobre a continuidade de uma gestação de um feto com anencefalia. No Brasil, o STF (Deus que me livre) arvora-se no direito de julgar quanto tempo pode-se esperar para o feto falecer dentro do útero. Lógico que no útero de outrem.

Água Viva

Mas nem tudo é drama. Existem seres biológicos que vivem sem cérebro. Uma água viva, tecnicamente, possui anencefalia. Diz a lenda que a água viva e os crustáceos são imortais. Hidras, Rockfish, Tartarugas Blandingii, Planárias e Água Vivas são imortais. Embora possuam pouca ou quase nada de massa encefálica, resistem bravamente.

Esperança

Quanto tempo alguma coisa biológica pode sobreviver sem cérebro?

Há controvérsias !

Uma coisa são os fetos anencéfalos, ou gênios que podem ser analisados sob a ótica de algo que nós, seres humanos, ainda não compreendemos. Outra coisa, completamente diferente, são os seres biológicos como a água viva e crustáceos. Em outras palavras, nem todo mundo com cérebro sabe usá-lo.

Mas o que pensar de bolsominions e outros seres adultos, no Brasil, que sobrevivem sem cérebro (ou pelo menos não sabem como usá-lo). Assim, temos a possibilidade de muitos sobreviventes com anencefalia.

Recentemente, publiquei post em que mostrava que existem pessoas que pensam que nutella é feito de leite de vacas marrons. Se este tipo de pessoa, que além disso, defende armas para todos, mamadeira de piroca etc, se julgam no direito de falar sobre fetos dos outros, imagina eles soltos em redes sociais.

Bons tempos em que, eventualmente,  a massa de manobra fingia que usava o cérebro.

Em síntese, ainda resta uma esperança !

 

Imagem: Reprodução Internet

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.