Cavaleiros do Apocalipse

Apocalipse – Cavaleiros e Bestas

Apocalipse Now

Já escrevi sobre o Fim do Mundo como, por exemplo, em “O Alienista do Fim do Mundo“, uma série deste blog que trata do apocalipse que ocorreu em 2012. Muitos estão confusos, acham que sabem o que é o nada, mas o nada é apenas uma confusão mental de quem perdeu completamente o rumo do que é certo ou errado.

Apocalipse

A Bíblia é dividida em Antigo e Novo Testamento. Em cada um deles temos “Livros” e como não poderia deixar de ser, o último é o Livro Apocalipse ou Revelação. Quando escrevi sobre o fim do mundo abordei, diversas vezes, a questão de que o povão acostumou com histórias e previsões (da Bíblia a Nostradamus) e, posteriormente, com Hollywood.

Em tudo, temos mocinhos e bandidos e na Bíblia tem os cavaleiros e as bestas do apocalipse, que aliados aos cavaleiros do apocalipse dos desenhos animados, serve de motivo para que eu defenda a ideia de que o Brasil enterrou-se no seu “apocalipse now” .

Cavaleiros

Segundo o Apóstolo João, os quatro cavaleiros do apocalipse são a Peste, a Guerra, a Fome e a Morte. A Internet, e mais recentemente as redes sociais, se não potencializaram todas estas pragas, estão expondo tudo que de ruim existe no planeta em segundos. Uma vaca peida na China e sabemos desta “peste” em segundos, e como se não bastasse, termos uma legião de tolos especialistas em peido de vaca. Agora imaginem se os cristãos que seguem estas premonições tomam o poder de nações, voltaremos à Idade Média em semanas.

Bestas

Com o propósito de nos entendermos sobre os cavaleiros, após declararmos que não estamos confusos, podemos apresentar as bestas. E aí começam as divergências entre irmãos. João, o Apóstolo, fala que viu uma besta de sete cabeças e dez chifres, outros intérpretes dizem que existe mais de uma, eu tenho certeza, são muitas e com várias faces.

A outra besta teria sido mais um sinal do apocalipse e era mais poderosa que a primeira, só com dois chifres, mas o sinal (número 666) era definitivo. O apocalipse não deixa dúvidas do relacionamento e da briga entre a Igreja Católica e seus opositores. As duas bestas colocarão um homem comum no poder que fará tudo para destruir quem não o seguir.

Engraçado é que Nostradamus, e é bem provável que a Mãe Dinah também, previram a mesma coisa. Até o Capitão Nascimento preconizou: “Vai dar Merda“.

Anime

Acreditem, até os desenhos animados reproduziram este apocalipse. A Marvel Comics criou um grupo de super vilões que incorporavam os cavaleiros mencionados na Bíblia com vários nomes, mas sempre geneticamente alterados e vítimas de lavagem cerebral do maligno-mór, o Apocalipse.

Redes Sociais e Apocalipse

Como não poderia deixar de ser, as redes sociais, especialmente no Brasil, zombam e trollam tudo que seja levado a sério por segmentos da sociedade. Assim como zombam de mim pelo Fim do Mundo em 2012, arrumaram os quatro cavaleiros do apocalipse do mundo pós-apocalíptico em que vivemos.

O apocalipse das redes sociais passa por quatro “cavaleiros” e não se enxergam, assim como alguns mandatários e seus eleitores que pensam uma coisa e são outras.

Pensemos juntos, são ou não são cavaleiros do apocalipse as seguintes “personalidades” das redes sociais: Coach de Empreendedorismo, Crossfiteiro, Cinéfilo que critica filme por ser dublado, Vegano-Raiz. Vou parar por aqui para ficar somente nos quatro determinados, mas poderiam bem ser uns 666. Afinal, tem motorista de aplicativo; motoqueiro de entrega; eleitor que acredita em promessa; muita gente que, com certeza, tá ferrando com o planeta.

Vai Brasil !

Em suma, reconheço que estamos de mal a pior, depois do golpe dado pelo coiso (vampirão), “com STF e tudo“, e ao ver idiotas perguntando “que golpe?”, só posso acreditar que estamos ferrados e ladeira abaixo.

Espero que no fundo do poço não tenha lama e exista água suficiente para um mergulho, respirar e voltar à tona.

Sobrevivemos ao fim do mundo e, afinal, vivemos num apocalipse nas redes sociais e cartoons.

 

Charge: Jonatas

 

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários, ou na página do Facebook, associada a este Blog.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referenciam-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.