Táxi x Uber e Cabify

A briga Táxi e Uber vai continuar

Táxi x Uber

Há pouco mais de um ano, escrevi um post com o título “Uber: A Saga ainda vai continuar“. Estava tratando de um crime cometido por um taxista. De lá pra cá, outros crimes ocorreram e os usuários de Uber começaram a ter problemas até de agressões de concessionários de serviço de Táxi. Outra novidade foi a introdução de um novo inimigo dos taxistas, o Cabify.

Concessões e Desregulamentação

Serviço de táxi é uma concessão do Poder Público. É daqueles males que precisariam de regulamentação para poderem funcionar. Existem termos que se confundem ou se complementam. Podemos citar: desregulamentação; desregulação e flexibilização. Podem ser usados de acordo com o interesse de cada querelante.

As concessões para o serviço particular de transporte público (Táxi) surgiram muitas décadas atrás e não mudaram muito na essência. O Poder Público, não sendo capaz de dar transporte para todos, institui uma concessão. Assim é com táxis, ônibus, transporte escolar, mais recentemente motos. Já imaginaram se numa cidade grande, como é Belo Horizonte, motociclistas pudessem transportar pessoas nas garupas, sem controle, como acontece até em algumas cidades médias no estado e no país? Donos de motos adorariam, a população adoraria, até acontecer algum sinistro (não vou nem relatar caos concretos, reais e que possuo detalhes).

Evolução Tecnológica

O mundo evoluiu, foram criadas agências de locação de veículos, com ou sem motorista, e o mercado cuidou disso, sem a necessidade de regulamentação (existem leis que inibem “piratas” que tentam “roubar” passageiros em aeroportos e rodoviárias. Existem serviços da economia informal que possibilitam motoristas e seus carros atuarem como transporte público individualizado.

No mundo Inteiro, a explosão do uso de redes sociais faria explodir muitos guetos e corporações de concessões, reservas de mercado e afins. O clamor por liberalismo em tudo é isso aí. Já presenciei Muito taxista se achar liberal e independente, dono de seu nariz como se estivesses  sendo empreendedor. Sempre foram assim, desde que o poder cessionário os agradassem. Aí apareceu o Uber, ameaça ao serviços de Táxi, um negócio que vai de mal a pior no mundo inteiro, um negócio sob investigação criminal e cível no Mundo inteiro (escrevi sobre isto na Revista FONTE), mas um negócio que revolucionou o Mundo das concessões de serviços públicos, uma ótima ideia.

Uma pena que todos que detêm reserva de mercado de alguma coisa não suportem desregulamentação, exigem isto dos outros, mas quando a coisa chega perto, se revoltam.

Desrespeito

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais decidiu, recentemente, que os aplicativos de Uber e Cabify pode ser usados em todo o estado, principalmente na capital e região metropolitana. Quem pratica o serviço de Táxi e seus representantes não gostaram e entendem que não vão respeitar a decisão de um tribunal.

Já conheci, pessoalmente, representantes da categoria de taxistas, conheço pessoas que são profissionais de Uber e Cabify. Neste momento, não estou satisfeito com a qualidade dos serviços das duas empresas que prestam serviços alternativos. Sobre os taxistas, minha insatisfação vai além da briga por preços de transporte. Tive relações umbilicais com profissionais de táxi. Mas não devemos tomar o particular pelo geral.

Sabemos que o nosso Poder Judiciário é muito equilibrado com temas diversos. Enquanto fazem vistas grossas para problemas de corrupção e direitos dos cidadãos, podem se posicionar de maneira conveniente m outros assuntos que digam respeito à cidadania, evolução tecnológica e afins. Não é somente os donatários de serviços públicos que não evoluíram, o Judiciário também não. Mas não devemo generalizar.

Ameaça

 “Agora vai ser assim. E não me importo com a opinião pública porque só criticam. Não quero saber a hora que você (cidadão) vai chegar em casa. Vai sair 18h (do trabalho) e só chegar em casa 21h. Olha pra trás aí (Afonso Pena parada), vai ser isso todo dia. Nós não vamos fechar a cidade não, nos vamos lacrar a cidade todo dia 18h”

Dirigente do Sindicato dos Taxistas

Quando um dirigente e representante de categoria faz a ameaça defendendo sua corporação de serviços de táxi, após decisão transitada em julgado, e promove a desordem com manifestação clara de que “vamos fechar a cidade” e não respeitamos o direito de ir e vir dos cidadãos, é CRIME. Criminoso tem que estar na cadeia. A menos que a dona justa não queria se indispor com longos processos e batalhas judiciais e faça como algum profeta que vai lavar as mãos e deixa a população se ferrar. Com a palavra os doutos rábulas, concursados ou não, e os que vão fazer a defesa deste criminoso (ou de quem ele representa).

Quanto a questão de concessão de serviço público, tem muita coisa errada. Não digo que não deve ter, muitos serviços senão tiverem fiscalização e regulamentação, permitiriam o vale-tudo (OPS! temos um vale-tudo!). Entretanto, liberalismo é uma coisa, anarquia outra. Podem ter suas vantagens mas os riscos são grandes. Nem tanto ao céu e nem tanto ao mar. Evoluam !

 

Imagem: O Tempo

Pedido de Doação

Meu irmão está precisando, com URGÊNCIA, de doadores de sangue (qualquer tipo e fator). Só assim, ele e muitos outros pacientes que precisam de hemoderivados, conseguirão prosseguir com seus tratamentos. E poderão ter a esperança de uma melhoria e retomada da normalidade em suas vidas.

#DoeSangue

Carlos Henrique de Oliveira (paciente do Hospital Mater Dei)

Hemoter – Banco de Sangue

Hemoter recebe doações para pacientes que estão internados em diversos hospitais. A doação pode ser realizada para paciente específico ou voluntário para o banco de sangue.

Horário: 8h às 13h, segunda-feira a sábado (sábado, somente com agendamento prévio pelo telefone).

Endereço: Rua Juiz de Fora, 861, Barro Preto – Belo Horizonte.tão internados em diversos hospitais. A doação pode ser realizada para paciente específico ou voluntário para o banco de sangue.

Telefone: (31) 3295-4584

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *