Pão de Queijo Mineiro

Pão de Queijo – Patrimônio Galáctico

Dia Comemorativo

Já falei e não me canso de repetir, este negócio de dia disto e dia daquilo é somente para enganar trouxas e vender traquitanas. Inventaram o Dia do “Pão de Queijo”. Acima de tudo, vamos combinar algumas coisas: 1) Pão de Queijo somente o feito com receitas de Minas Gerais; 2) Não existe este trem fora de Minas Gerais; 3) Não queiram agradar mineiros oferecendo bolinho de queijo, sobretudo senão sabem como foram feitos; 4) Da mesma forma, não acreditem em quem fala e não sabe da história e ao menos uma receita caseira.

Portanto, pão de queijo congelado nem deve ser considerado, é a mesma coisa que tentar fazer acarajé com massa congelada e pronta.

Pão de Queijo – Instituição

Surpreendentemente, inventaram que a data de hoje (17 de agosto) é comemoração da iguaria. Minha mãe, com efeito, ao ver a chamada de um programa noticioso de TV ficou surpresa.

– UAI, precisa de ter dia do pão de queijo?

Sem dúvida, este trem de data comemorativa não presta; é o fim, falta de pauta ou incompetência e estultice concentrada em gente sem noção.

Receita de Pão de Queijo

A seguir uma receita, não testada, com o propósito de ajudar qualquer um a entender da “magia”. Não invente e, certamente, saberá que os ingredientes e procedimentos são aqueles indicados a seguir. Repita muitas vezes, até alguém mineiro de verdade dar uma nota superior a 7 (sete), uma vez que é da repetição que advém o conhecimento.

Ingredientes para Pão de Queijo Mineiro

  • 500g de polvilho azedo de Minas
  • 500g de polvilho doce de Minas
  • 150ml de leite de vaca malhada
  • 200ml de água de estância hidromineral mineira
  • 150ml de óleo de girassol
  • 20g de sal refinado
  • 30g de manteiga sem sal de leite de minas
  • 400g de queijo minas curado
  • 5 ovos caipiras com gema vermelha (casca vermelha não diz nada, viu ?)

Processo do Pão de Queijo Mineiro

Aqueça todos os líquidos (leite, água e óleo) em uma panela e reserve (deixa queto um tempim). Misture os dois tipos de polvilho (azedo e doce), se bem que isto é bastante claro. Agregue na mistura de polvilho o líquido quente para escaldar e, principalmente, fazer uma massa homogênea. Finalize adicionando e misturando o queijo à massa. Faça pequenas bolinhas (de acordo com o tamanho do pão de queijo e o olho de quem vai comer). Asse a massa de acordo com o forno em uma temperatura entre 191º e 199° por aproximadamente 23 minutos e 35 segundos.

P. S. Em síntese, não mude a receita e nem faça adaptações dos Ingredientes, para não se arrepender depois e nem culpar quem passou a receita.

Inveja

Quem diz que o pão de queijo é uma iguaria que começou a ser difundida em Minas Gerais na década de 1960 não passa de gente pequena e invejosa. E mesmo que, seja alguma coisa factual, é um trem de Minas Gerais, assim como as montanhas e como o UAI.

Brasil

No Brasil, 17 de agosto comemora-se dois dias, inclusive igualmente inutilidades sem propósito:

  • Dia do Pão de Queijo
  • Dia do Patrimônio Histórico

Imagem: Site G1

 

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários, ou na página do Facebook, associada a este Blog.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referenciam-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.