Whatsapp - Condomínio

Grupos de Whatsapp

Mensagens Instantâneas

Sério, tem gente que acha que as tais mensagens instantâneas, do inglês IM (instant messenger)  nasceram após o Whatsapp. No Brasil é comum alguma coisa muito usada, uma marca, virar nome próprio e designar tudo que seja igual… Lâmina de barbear, quando existia, era Gillette, cópia reprográfica em papel era Xerox (acho que ainda é !), esponja de aço ainda é Bombril e outros absurdos.

Se tem pessoas que acham que a verdade somente se noticiada no Jornal Nacional. Achar que Instant Messenger (IM) é somente Whatsapp, é “normal”. Eu uso? Sim. Por necessidade de me comunicar com pessoas que acham que só existe esta marca. Para pessoas normais, utilizo outras ferramentas de comunicação Instantânea.

Sou do tempo do ICQ. Que não é uma sigla e sim um acrônimo, baseado na pronúncia de uma frase em inglês (I seek you), algo como “Eu procuro você”, conhecido no Brasil pela leitura das letras (I-CÊ_QUÊ) e que foi criado em 1996. Logo, quando alguém diz que não entende porque não aderi ao Whatsapp, eu fico pensando se esta pessoa sabe do que está falando.

Grupos Whatsapp

Como escrevi, não sou fã do Whatsapp, pelo contrário, tenho sérias estrições e parei de usar quando eles me obrigaram a assinar um termo em que eu revelaria ou facilitaria o acesso deles a todos os meus contatos telefônicos e nas redes sociais. Como profissional de segurança da informação, rejeitei e preferi ver meu principal número de celular (que tenho desde 1992), e os respectivos contatos telefônicos, longe desta arapuca. Tenho a consciência limpa de que não estou entregando ninguém de bandeja.

Assim sendo, mantenho o aplicativo Whatsapp em outro número, que uso quase exclusivamente para ligações “quase” gratuitas e redes sociais, a maioria individuais.

Evito grupos.

Mas é inevitável. Sempre tem alguém que te inclui ou sempre tem outras redes sociais que fazemos a gestão que, obrigatoriamente, temos que participar. Participo de algumas, a maioria cheia de gente problemática, querendo tirar diferença e resolver suas sociopatias (em alguns casos psicopatias) nos grupos. E o tal de dar boa noite, anunciar produtos das amigas, dizer bom dia quando todo mundo ainda dorme. Não há limites para estas pessoas.

Se um grupo não tiver gestão de uma pessoa firme e inteligente, vira lixo. E se houver muita inteligência, gente estúpida pula fora, não sem antes anunciar que “estou saindo pois isto aqui é muito ruim” … mais pueril, impossível. Quer sair? Tá ruim? Sai calado e ninguém sentira falta de nulidades e incompetências. Simples assim.

Fim de Linha

Grupos de futebol, política, panelinhas, grupelhos de pela-sacos e imbecis, topo qualquer coisa. Estou numa fase da vida que se um grupo tem muito administrador ou gente chata, arrumo uma treta e acabam me expulsando. Uma honra ser expulso por gente burra. Tudo suportável.

É evidente que todas as ferramentas de IM evoluíram, e muito. Nos últimos 22 anos, saímos somente de textos curtos e emoticons toscos, para áudio, vídeos, textos traduzidos, conferência e muito mais. Entretanto, tem um tipo de grupo (aliás existem DOIS) que não suporto: grupo de condomínio.

É o fim de linha para pessoas de bem.

No início, quem entra num grupo de Whatsapp de condomínio, pensa que será a resolução de todos os problemas e o fim das chatas reuniões com gente chata e preconceituosa. Quanto maior o condomínio, maior o tormento e os problemas.

O segundo momento é meio que de decepção e início de raiva.

Quando partem para “soluções” do tipo: tem que vigiar mais; os vizinhos são sempre mais sem educação; se não multar não adianta e outras formas de estupidez que não são ditas numa reunião cara a cara, é o início do fim. Os absurdos de um grupo de IM de condomínio residencial revela o baixíssimo nível de convivência e tolerância social que atingimos.

Não me incluam em grupo de whatsapp !  Muito menos de condomínio

P.S. O outro grupo que não entro e se alguém me incluir, vai se arrepender, é sobre religião).

 

Charge: Juarez do Brasil

Pedido de Doação

Meu irmão está precisando de doadores de sangue (qualquer tipo e fator). Só assim, ele e muitos outros pacientes que precisam de sangue para transfusão ou de hemoderivados, conseguirão prosseguir com seus tratamentos. E poderão ter a esperança de uma melhoria e retomada da normalidade em suas vidas.

#DoeSangue

Carlos Henrique de Oliveira (paciente do Hospital Mater Dei)

Hemoter – Banco de Sangue

Hemoter recebe doações para pacientes que estão internados em diversos hospitais. A doação pode ser realizada para paciente específico ou voluntário para o banco de sangue.

Horário: 8h às 13h, segunda-feira a sábado (sábado, somente com agendamento prévio pelo telefone).

Endereço: Rua Juiz de Fora, 861, Barro Preto – Belo Horizonte.

Telefone: (31) 3295-4584

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.