Bate e Volta no Trem

Passeio bate e volta a partir de BH (103)

Bate e Volta

Inspirado em um artigo de um site cultural sobre Minas Gerais, resolvi recomendar roteiros de passeio, denominados passeios bate e volta. Atividade que pode ser realizada em um ou dois dias, com puro lazer e cultura. Adequado para  sair cedo de casa, almoçar e voltar ao final do dia. Em determinados casos, fazer um pernoite e voltar no dia seguinte. Passeios para gastar pouco,se feitos num mesmo dia, são motivadores.

No início desta trilha de posts, as dicas eram para localidades até 150 km distantes de BH. Com o passar do tempo, o interesse e as informações sobre lugares mais distantes foram surgindo. Após a meta de 50 opções de passeios,lugares mais distantes estão sendo contemplados.

Estes posts terão espaço próprio com projeto de apoio ao turista de um dia ou de final de semana. Os amigos(as) que estão acompanhando, aprovaram e tem ajudado de maneira significativa.

 Trem de Ferro

Para mineiro, tudo é trem, inclusive trem de ferro. Vários posts desta série de passeio bate e volta abordaram passeios de trem. A maioria curtos, ou o grande passeio, talvez o mais longo do país, que liga Belo Horizonte (MG) a Vitória (ES) que está com seus carros renovados e passa por diversas cidades do circuito histórico e do roteiro denominado Estrada Real.

Mariana

Retratada várias vezes neste bate e volta, Mariana é uma cidade de importância histórica nacional. Possui cerca de 60 mil habitantes (estimativa de  2017) e a economia local depende do turismo e da mineração. É conhecida como a Primaz de Minas por conta de sua importância religiosa e política.

Mariana foi a primeira vila, a primeira cidade e a primeira capital de Minas Gerais. Foi uma das maiores fornecedoras de ouro para a Coroa Portuguesa. Foi denominada a primeira capital do estado por vencer a disputa de maior arrecadação de ouro, sendo elevada a Cidade, e primeira capital da Capitania de Minas Gerais.

Ouro Preto

Outra cidade com vários distritos de altíssima qualidade para passeio é a histórica e Patrimônio Cultural da Humanidade, de reconhecimento Internacional. Sua arquitetura colonial e sua história no Brasil Colônia, colocaram a Província de Minas Gerais no mapa mundi. Tem população pouco maior do que 70 mil habitantes e possui treze distritos de excepcional riqueza histórica e cultural.

Foi capital de Minas Gerais até decisão governamental de criar e transferir a capital para o Arraial do Curral Del Rey, hoje Belo Horizonte. Seu acervo histórico, cultural e humanístico é objeto de estudos e análises por pesquisadores e historiadores de várias nacionalidades e objeto de vários roteiros de bate e volta passados e futuros.

Passeio

São vários os passeios bate e volta relacionados a Mariana e Ouro Preto. Os vários distritos das duas cidades possuem riquezas culturais, históricas e naturais inigualáveis. Além do passeio de trem, deve-se aproveitar e conhecer os arredores e paradas do trecho.

Infelizmente, parte desta história foi indelevelmente manchada pelo crime ocorrido com o estouro de uma barragem de responsabilidade da Samarco (BHP e Vale acionistas), que vem prejudicando o meio ambiente e está presente na série NÃO FOI ACIDENTE, deste blog. O passeio é muito prazeiroso, especialmente para crianças estudantes do ensino fundamental.

História

A antiga ferrovia entre Mariana e Ouro Preto, construída em 1883, foi revitalizada em 18 quilômetros. Neste trecho, quatro de suas estações de parada foram recuperadas (Ouro Preto, Vitorino Dias, Passagem de Mariana e Mariana.) O trem utilizado no passeio bate e volta foi aproveitado de outro circuito e reformado artesanalmente, conservando suas características originais.

Foram necessários vários anos (1883 a 1914) e muitas obras de engenharia, para que a trajetória das duas cidades fosse ligada., determinando um novo rumo no desenvolvimento econômico da região.

Passeio bate e volta

O Trem do passeio é um real bate e volta, composto por seis carros de passageiros (5 convencionais (240 Lugares) e 1 Panorâmico (52 Lugares), que mantêm o mesmo desenho dos antigos trens, com interiores em madeira, destacando o carro panorâmico que possui estrutura transparente.

Os passeios são classificados em Alta Temporada e Baixa Temporada, sendo que feriados prolongados são considerados e tratados como Alta Temporada (como por exemplo o Carnaval) e as viagens são mais concorridas.Os passeios são realizados às sextas, sábados, domingos e feriados nacionais.

Alta temporada ( janeiro, julho e feriados )

Carro Convencional

Preços:

R$ 50,00 (inteira) R$25,00 (meia) somente ida

R$ 70,00 (inteira) R$35,00 (meia) ida e volta

 Carro Panorâmico

Preços:

R$ 76,00 (inteira) R$38,00 (meia) somente ida

R$ 100,00 (inteira) R$50,00 (meia) ida e volta

(*) A população de Mariana e Ouro Preto, que apresentar comprovante de residência, terá desconto na classe convencional pagando R$25,00 (somente ida) e R$35,00 (ida e volta). Baixa temporada ( demais meses – exceto feriados )

Baixa Temporada (exceto janeiro, julho e feriados )

 Carro Convencional

Preços:

R$ 46,00 (inteira) R$23,00 (meia) somente ida

R$ 66,00 (inteira) R$33,00 (meia) ida e volta

 Carro Panorâmico

Preços:

R$ 70,00 (inteira) R$35,00 (meia) somente ida

R$ 90,00 (inteira) R$45,00 (meia) ida e volta

(*) A população de Mariana e Ouro Preto, que apresentar comprovante de residência, terá desconto na classe convencional pagando R$20,00 (somente ida) e R$29,00 (ida e volta). Baixa temporada ( demais meses – exceto feriados ).

O pagamento das passagens do Trem da Vale deve ser feito por meio de cartão de crédito ou débito.

Descontos do Trem Turístico Ouro Preto-Mariana

  • Crianças até 5 anos, no colo, não pagam. Crianças de 6 a 12 anos, adultos a partir de 60 anos e estudantes (mediante apresentação de RG e carteira de estudante dentro do prazo de validade) pagam meia-entrada. A documentação deve ser apresentada no momento da compra do bilhete.
 Descontos especiais

Um domingo ao mês (exceto meses de alta temporada), o Trem da Vale venderá passagens pela metade dos preços, independente da categoria.

A promoção do Trem da Vale em 2018 acontece nas seguintes datas:

  • Fevereiro: 23 a 25/02/18
  • Março: 02 a 04/03/18
  • Abril: 22/04/18
  • Maio: 13/05/18

Como Chegar

Para este passeio bate e volta deve-se sair de BH por quase 100 km até Ouro Preto e mais 15 km até Mariana, basta seguir e direção ao Rio de Janeiro pela BR 040. No entrocamento da Rodovia dos Inconfidentes (BR 356) passa-se por Itabirito, cidade de valorosos atributos históricos e culturais, por vários distritos de Ouro Preto, um trevo determina a escolha de seguir de veículo até uma das duas cidades. Os acessos podem ser feitos com qualquer veículo e existe a oferta ampla de utiliza ônibus interurbano saindo de BH. Visitantes do Rio de Janeiro e São Paulo não precisam ir até BH. Utilizam a BR 040 no sentido da capital e tomam a BR 356. Partindo de Vitória, o caminho é pela BR 262 e MG 329.

 

Foto: Vale/Divulgação

Pedido de Doação

Meu irmão está precisando de doadores de sangue (qualquer tipo e fator). Só assim, ele e muitos outros pacientes que precisam de sangue para transfusão ou de hemoderivados, conseguirão prosseguir com seus tratamentos. E poderão ter a esperança de uma melhoria e retomada da normalidade em suas vidas.

#DoeSangue

Carlos Henrique de Oliveira (paciente do Hospital Mater Dei)

Hemoter – Banco de Sangue

Hemoter recebe doações para pacientes que estão internados em diversos hospitais. A doação pode ser realizada para paciente específico ou voluntário para o banco de sangue.

Horário: 8h às 13h, segunda-feira a sábado (sábado, somente com agendamento prévio pelo telefone).

Endereço: Rua Juiz de Fora, 861, Barro Preto – Belo Horizonte.

Telefone: (31) 3295-4584

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.