Tunga Oficial

A maior tunga desde 1500 (Parte 3)

 A tunga continua

Publiquei alguns posts que imaginei não virariam série. Tunga é a palavra principal deles. Não no sentido específico ou  nome próprio e/ou apelido de artista, no sentido figurativo, o pior de todos.  A primeira parte foi o “Tunga Penetrans na Viúva“. A segunda parte foi o “A maior Tunda desde 1500“. Fui surpreendido com outra maior, que ganhou o título de “A maior Tunga desde 1500 (Parte 2)“. Agora surgiu outra, pior e maior. Não posso falar nada, nem justificar, só me resta continuar a série.

1808

Dizem que a tunga veio para o Brasil nas mãos ou no saco do corno chamado D. João VI. Deve ser daquele tempo a cunhagem do termo “viúva” para atribuir a tudo que fosse aproveitado da res sem a devida legalidade como sendo de ninguém.

Publiquei no primeiro post sobre o tema abordando a definição e a apropriação do termo em linhas gerais. A segunda publicação, fui mais específico…

A terceira teve que ganhar uma numeração pois ficou descarado.

Agora tenho que continuar a série pois o descalabro ganha ares de perdão oficial (enquanto isto, meu processo de liberação de restrição judicial de conta corrente Minha segue parado em alguma mes de algum(a) juiz(a) cioso dos seus deveres e direitos que vai fazer greve por conta de seu auxílio-moradia (falo deste aborto jurídico em outro post).

Golpistas

Depois de aplicado o golpe em 2016 – Considerei o ano de 2017 como “2016 – Parte II” pois 2016, ano do golpe, não havia terminado. Vejo que estamos em 2018, perpetua-se o golpe e tenho que considerar que estamos no “2016 Parte 3″ – os mesmo de sempre ficaram soltinhos igual arroz da vovó. Depois que fizeram o acordo ” com todo mundo, menos o PT” aplicam golpes, patrocinam farsas, defendem muitos privilégios para poucos e vão seguindo com a ajuda do Judiciário, mantendo o Legislativo abastecido de verdinhas, e cuidando de intervir onde podem não ter votos.

A bola da vez é a remissão, perdão ou o nome que quiserem dar à maior tunga desde 1500. A Receita Federal do Brasil, que nunca foi lá de multar e receber dinheiro de grandes corporações (o caso da Rede Globo é lapidar) terá que abrir mão de 60 (SESSENTA) bilhões de reais de dívidas inscritas no REFIS e que os parlamentares pressionaram para serem “esquecidas”. A minha dívida tá lá, prendendo meu saldo de dinheiro de auxílio-doença (quando estive afastado por motivo de acidente). Meu crédito de seguro DPVAT, pelo mesmo acidente, nunca recebi, mas os caras deram cano, acumularam patrimônio com dinheiro de sonegação e vão sr perdoados.

Ano eleitoral

Mas isto virou coisa comum. O que mais me assusta é ter cidadão que se diz “do bem” que encontra explicação para justificar estes crimes. mas justificam tudo. Basta terem algum amigo ou beneficiário da tunga em posição privilegiada em qualquer dos três podres poderes.

Aqui não é a casa da mãe joana. Aqui é a casa dos golpistas que junto até com o STF, perpetram este tipo de coisa. De auxílio-moradia para quem tem imóvel no domicílio a perdão de dívida confessada. Vale tudo em terras brasilis de bananas fantasiados de cidadão.

Fico imaginando o tamanho e a fundura (desculpem os que não são mineiros) deste saco de maldade dos golpistas. Não tem limites. Estão dando golpes e mais golpes, usando criptomoedas para fazerem seus “Caixa 2”,  o STF não quer deixar a máquina maldita de votar imprimir o voto, e eles ajustados e combinados (“… até com o STF …”).

Não há limites !

Charge: Renan Lima

Pedido de Doação

Meu irmão está precisando de doadores de sangue (qualquer tipo e fator). Só assim, ele e muitos outros pacientes que precisam de sangue para transfusão ou de hemoderivados, conseguirão prosseguir com seus tratamentos. E poderão ter a esperança de uma melhoria e retomada da normalidade em suas vidas.

#DoeSangue

Carlos Henrique de Oliveira (paciente do Hospital Mater Dei)

Hemoter – Banco de Sangue

Hemoter recebe doações para pacientes que estão internados em diversos hospitais. A doação pode ser realizada para paciente específico ou voluntário para o banco de sangue.

Horário: 8h às 13h, segunda-feira a sábado (sábado, somente com agendamento prévio pelo telefone).

Endereço: Rua Juiz de Fora, 861, Barro Preto – Belo Horizonte.

Telefone: (31) 3295-4584

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.