Movimentos Sociais

Movimentos Sociais – Uma pedra

Pedra no Caminho

Sem dúvida, os movimentos sociais são um estorvo. Estes movimentos são uma pedra no caminho dos que se locupletam do trabalho alheio. Além disso, de todos que se aproveitam dá má distribuição de renda e, encastelados no poder, praticam o ódio contra os movimentos sociais. Decerto buscam suas migalhas ou se vendem por trinta moedas.

 

No Meio do Caminho


No meio do caminho tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho
Tinha uma pedra
No meio do caminho tinha uma pedra

Nunca me esquecerei desse acontecimento
Na vida de minhas retinas tão fatigadas
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
Tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho
No meio do caminho tinha uma pedra.

Carlos Drummond de Andrade

Mídia Criminosa

A mídia é o principal responsável pela manutenção desta situação no Brasil. Eventualmente, alguém indica que podem ser o “quarto poder”, e tudo é levado na brincadeira. Cuidaram de ridicularizar quem ousou revelar esta verdade. Abordei esta questão no post “Revistando Montesquieu no Século XXI“.

É necessário evidenciar uma frase de Malcolm X. De maneira idêntica, esta frase é praticada, pelos telejornais e portais da Internet no Brasil de maneira despudorada. Tudo por conta do desabamento de um prédio de propriedade da União e ocupado por moradores sem-teto.

A imprensa é tão poderosa no seu papel de construção de imagem 
que pode fazer um criminoso parecer que ele é a vítima e fazer 
a vítima parecer que ela é o criminoso. 

Esta é a imprensa, uma imprensa irresponsável. 

Se você não for cuidadoso, os jornais terão você odiando as 
pessoas que estão sendo oprimidas e amando as pessoas que 
estão fazendo a opressão.

Malcolm X

Proselitismo Social

Primeiramente, não vou falar e nem comparar os movimentos sociais e sua história de luta, com outros movimentos menos “sociais”. Instituições de caridade patrocinadas por políticos sob a égide de ação social ou benemerência promovem mais estragos.

Ainda hoje, a Rede Globo Minas, com apoio/patrocínio de FIEMG, O Tempo e outros partícipes, faz seu proselitismo criminoso com o “Prêmio Bom Exemplo“. Ao mesmo tempo, coloca o povo para “eleger” alguém bem intencionado,  dando ares de legitimidade ao prêmio. Por outro lado, premia banqueiro que é acusado de ter trabalhadores sob regime escravo.

Contudo, o ato de pensar é supérfluo, os aplausos da patuleia e vassalos eclodem.

Movimentos Sociais

Nesse meio tempo, venho gestando este tema. Antes mesmo do desabamento do Largo do Paissandu, em São Paulo o post estava no prelo. A ideia veio com os tiros desferidos contra o acampamento dos que apoiam o movimento “Lula Livre”.

Um crime, cometido nas barbas das polícias.

Se, eventualmente, fossem tiros contra “movimentos sociais” como os do “patos amarelos”, “coxinhas” ou “adoradores da Selenike”, o criminoso já estaria preso. E devidamente linchado nas redes sociais. A lógica é criminalizar quem recebe bolsa-família e vai morar numa ocupação, urbana ou rural. São chamados de vagabundos, porque não querem ser escravos dos capitães-do-mato no asfalto.

Um conhecido meu, em sua timeline, pôs-se a refletir e colocou tópicos interessantes que merecem análise e até posts específicos e mais densos. Em virtude de algo refletido, é possível até construir ensaios completos, trabalhos acadêmicos de conclusão de curso, dissertações de mestrado e teses de doutorado.

Portanto, a “senha” está dada e o convite a pensar e agir está feito.

Em síntese, disse ele: “… acordei pensando na forma orgástica como a Veja, a FSP, o Estadão e a Globo noticiaram o ‘aluguel’ cobrado aos moradores pelo movimento que liderava a ocupação do edifício em Sampa, 1º de maio ...”.

Adestramento

Eu não me surpreendo com o gozo dos jornalões, uma vez que sempre tiveram este tipo de posicionamento, como esportes favorito. Adestram seus profissionais (???) a este tipo de atuação. Fico com a resposta de um bombeiro à repórter que indagou sobre o tipo de ocupação do prédio. “… mocinha, não vim aqui para avaliar o tipo e legalidade da ocupação; vim aqui para tentar salvar vidas …”

Imperfeição

É claro que todos os movimentos sociais são imperfeitos. As pessoas são imperfeitas. Umas mais outras menos. Entretanto, a exposição sobre os valores da contribuição para, quem sabe, propocionar a manutenção e sobrevivência do movimento em si e da ocupação, é crime midiático. Não vejo nenhum canal da mídia fazendo o mesmo com pastores. Por mais que recolham fortunas do povo; andem de limusines; mantenham jornais, e canais de TV, ostentem santuários faraônicos, permanecem imunes e blindados.

Alguém questiona isso na mídia?

Indignação

Não fico comovido com relatos parciais e editados.Mas fico indignado com o que estas edições provocam. Os imbecis de rede social saem reproduzindo o que a mídia destaca. Chegamos ao absurdo de integrantes de outros movimentos sociais apontarem seus dedinhos imundos na condenação feita pela mídia. Desde que a mídia estale os dedos. Um sujeito, que ficou à frente do movimento que desabou, desabou junto com ele. E sem direito de defesa. É a oportunidade da burguesia sepultar os outros movimentos.

Enquanto isto, eles prosseguem com seus dízimos e benesses individuais. Ah! Esqueci o principal, tem gente que se diz de esquerda e que adota a mesma linha ditada pela mídia.

Cuidado para não morderem a língua !

#DicadoDia

Estou quase cansando de pedir que as pessoas pensem. Tenho a certeza que muita gente, especialmente os usuários de redes sociais rasteiras, baratas e fúteis, acha que pensar dói. Eu afirmo que não dói. Vou continuar tentando fazer as pessoas a lerem, de tudo, mas usarem de uma coisa chamada livre arbítrio. Parem de copiar e colar. Parem de compartilhar sem saber se o que está escrito é fato ou opinião.

Tive uma discussão ao telefone, com um amigo. Ele pratica a linha dos que copiam argumentos e ficam se defendendo e acusando a partir de fragmentos da realidade. Não existe coisa pior do que meias verdades, sobretudo porque não se sabe qual a metade a pessoa defende. Ligou-me porque se irritou com um comentário que fiz na timeline dele. Não farei nunca mais. Virei agressor, quem sabe caluniador. Portanto, está proibido falar o que pensamos.

Além disso, estamos na luta desde sempre. Se você não consegue fazer parte de nenhum movimento social e opta pela caridade, como forma de salvar sua alma, eu entendo. Por mais que vocês queiram justificar ou esconder as suas preferências anti-sociais, atacando os outros injustamente.

Se souber de alguma falcatrua ou desvio, em movimentos sociais, denuncie, sem proselitismo, e pense nos movimentos que você defende.

Ademais, se você ajuda a pagar por patos amarelos, não aponte seu dedinho emporcalhado na direção dos outros.

Deus tá vendo !

Terra, Trabalho e Moradia para todos !

 

Charge: Bira Dantas

P. S. – Faço este pedido na página de apresentação, entretanto, gostaria de repeti-lo aqui. Qualquer observação, sugestão, indicação de erro e outros, podem colocar nos comentários aqui ou na página do Facebook

2 comments for “Movimentos Sociais – Uma pedra

  1. Edenilson
    Maio 4, 2018 at 14:11

    Falou tudo amigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *