Freud não explica

Um Freud para chamar de seu

Nélson Rodrigues

Em primeiro lugar, Nélson Rodrigues é um clássico. O recifense faleceu pouco antes da Copa de 1982 e fico imaginando como descreveria esta Copa da Rússia. Foi ele quem melhor avaliou o comportamento do brasileiro,  sociologicamente falando, sobre o vira-latismo tupiniquim ou o patriotismo exacerbado. O brasileiro medíocre, aquele torcedor “Urso”, necessita, acima de tudo, de um Freud para chamar de seu.

Aproveitando a Copa de Mundo na Rússia, escrevi quase uma dúzia de posts baseados em futebol. Devo ter publicizado uns quatro ou cinco. Retomei leituras como a ´Pátria de Chuteiras` e ´À Sombra das Chuteiras Imortais` de Nélson Rodrigues, dentre outras.

A princípio, escrevo sobre futebol e penso antes de publicar. É que muita gente fica fora de órbita que nem Rivotril ou muitas sessões com Freud resolveriam. Alguns torcedores que sabem para qual time eu torço, tem muita dificuldade de interpretação, mas não é exclusividade deles e sempre eu que não entendo o que pensam e escrevem. Na edição do dia dos namorados publiquei um post com o título “Coices e Relinchos da Mídia Esportiva“, obviamente, mal recebido pelos vira-latas do ludopédio e pela mídia rural.

Sociologia

O Prof. Paulo Ghiraldelli, de quem tomei emprestada a imagem que ilustra este post, escreveu que Galvão Bueno, Casagrande e Ronaldo (ex-fenômeno) comentaram a Copa do Mundo como uma aula de sociologia. As conclusões de Ghiraldelli são corretíssimas, entretanto são atribuídas a três elementos que nem sabem o que é sociologia. E ignoram o sentido filosófico de preconceito, ética e nem devem saber quem foi Freud. Talvez, eu disse talvez, o mais esclarecido seja o Casagrande, que recentemente declarou que está subjugado às regrinhas cagadas por aquela emissora.

A hipótese de que alguém que esteja numa TV Globo, fazendo algum discurso ético e de acordo com “… o que a sociologia ensina …”, me assusta. A imagem que utilizo é lapidar, e precisa de legenda. Vejo um garoto de pé no chão, um grafite do Neymar e a apologia inebriante do “Rumo ao Hexa”.

Nélson Rodrigues construiu “Freud no Futebol” (in “À sombra das chuteiras imortais), publicado originalmente em “Manchete Esportiva”, 7/4/1956. A precisão do texto é ímpar, um tratado de sociologia aplicável a vira-latas, teleguiados e déspotas esclarecidos. Enfim, nem se houvesse um divã para cada brasileiro resolveria, vai que elegem um sociólogo como presidente num ano de Copa do Mundo.

Freud

As frases do pai da psicanálise são sobretudo, incríveis e contemporâneas. Se cada um vestisse aquelas frases como uma carapuça, até o umbigo, tinha gente que teria mil carapuças. Tenho uma favorita, daquelas que me leva a ser autêntico e ter na sinceridade não um defeito, mas uma virtude.

Antes de diagnosticar a si mesmo com depressão ou baixa autoestima, 
primeiro tenha certeza de que você não está, de fato, cercado por idiotas.

Sigmund Freud

Vesti a carapuça e vejo-me cercado de idiotas. Como se não bastasse, um conhecido da minha  timeline, e da vida real, indicou-me um vídeo do MBL. No vídeo dizem que todos que comentam contra a Copa do Mundo são esquerdopatas. Como se o restante da mídia, entre eles os da Globo, fosse algum exemplo a ser ouvido.

Em síntese, Einstein tinha razão quanto a imbecilidade humana, é infinita. Outrossim, em tempos de redes sociais rasteiras, os brasileiros estão ficando campeões mundiais de estupidez explícita e coletivizada. Certamente, eu não tenho depressão e muito menos baixa autoestima. E também tenho a certeza de que sociopatas e psicopatas, além dos vira-latas é claro, ganharam o mundo.

Em outras palavras, jogadores e torcedores da Seleção precisam frequentar um psicanalista quatro anos antes das eleições e de uma Copa do Mundo. Sem dúvida, não sabemos o que e quem somos, nem no futebol e muito menos na vida em terra brasilis.

Freud explicaria e demonstraria isto !

 

Imagem: Reprodução Blog Paulo Ghiraldelli

P. S. – Reitero o pedido feito na página de apresentação. Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas. Coloquem aqui nos comentários ou na página do Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.