Trabalho, Sucesso e Fracasso

Fracasso é o Segredo do Século XXI

Sucesso x Fracasso

O conceito de sucesso, acima de tudo, foi vilipendiado e o de fracasso foi ultrajado, com a explosão das redes sociais. E, como se não bastasse, o que fazem os poucos e exitosos “influencers” com o falaciosos sucesso, nas redes sociais empala mortalmente qualquer tentativa de que fracassos parciais sejam uma forma de aprendizado.

De acordo com uma frase atribuída a Einstein “O sucesso só vem antes do trabalho no dicionário“. O brilhante cientista e epistemólogo pode até ter pensado nisto, mas não consegui evidências de que esta frase é dele. Com toda a certeza, é apenas coincidência que, num dicionário em inglês e português a frase tenha validade, em outros idiomas, não se aplica.

Por outro lado, Einstein tinha frases que dão uma ideia de como sucesso e fracasso podem estar ligados, serem causa e efeito e vice-versa.

Outrossim, assinalo três frases que, isoladamente apresentam muito sentido e que em conjunto poderiam servir de reflexão para muito julgador de rede social sobre fracasso e seus fracassados.

“If A is a success in life, then A equals X plus Y plus Z. Work is X; Y is play, and Z is keeping your mouth shut.”

“Genius is 1% talent and 99% hard work.”

“The only way to escape the corruptible effect of praise is to go on working.”

Albert Einstein

Fracasso dos fracassados

Eu compreendo a dificuldade da patuleia na compreensão do mundo digital, Assim sendo, duas frases atribuídas ao Einstein fazem muito sentido: 1) “Uma pessoa que nunca cometeu um erro nunca experimentou nada novo.”; 2) “Não tente ser uma pessoa de sucesso. Tente ser uma pessoa de valor.”.

Dessa forma, vejo que os valores estão totalmente invertidos nas redes sociais, basta algum investimento e uma startup, que pode ser cópia de algo existente, faz furor. Basta, a princípio, uma “viralização” não-espontânea para alguém desconhecido virar sub-celebridade ou até mesmo ficar rico e famoso.

Se bem que, os “julgamentos” das pessoas em relação às outras pessoas não passa pela valorização das coisas e ideias de cada pessoa que trabalhou.

O paradigma maligno e cruel que predomina é aquele que habita o imaginário de todos, conforme o que sonharam como símbolo de sucesso.

Exagerado ou Fracassado

Nossa sociedade pós-moderna é competitiva, consumista, vaidosa, hedonista e a junção de analfabetos (sociais e funcionais), analogamente ao descrito em “Analfabeto antissocial e midiático“. Não apenas perderam-se todos os valores coletivos e humanos, mass estamos à beira de um caos e as pessoas nas redes sociais ganham mais adeptos na medida em que esparramam mais mentiras (aka fake news).

Em outras palavras, pouco importa o que as pessoas fazem, importa o que dizem, escrevem e falam em redes sociais e o número de seguidores que possuem, como se estes defeitos fossem atributos imexíveis.

É o fim do mundo, iniciado em 2012, e que, de fato, passou desapercebido pela população e neófitos de redes sociais, que com toda a certeza, ignoram tudo que seja sinônimo de fracasso.

Se um fracasso traz aprendizado para o indivíduo é porque teve sucesso e o fez crescer, se um fracasso é ignorado e, por vezes, repetido, significa que o indivíduo ainda não entendeu nada da vida.

 

Exagerado e o Fracasso

Enfim, pensei na música do Cazuza (Exagerado) e exagerei na analogia e adaptação, mudei a letra para fracassado e, portanto, creio que ficou bem apropriado, para quem sabe ler e escrever.

Melô do Fracasso

Amor da minha vida
Daqui até a eternidade
Nossos destinos
Foram traçados na maternidade

Paixão cruel, desenfreada
Te trago mil rosas roubadas
Pra desculpar minhas mentiras
Minhas mancadas

Fracassado
Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo um fracasso
Adoro um post de sucesso inventado

Eu nunca mais vou respirar
Se você não me vir
Eu posso até morrer de fome
Se você não me curtir

E por você eu largo tudo
Vou mendigar, roubartilhar, mentir
Até nas coisas mais banais
Pra mim é tudo ou nunca mais

Fracassado
Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo um fracasso
Adoro um post de sucesso inventado

E nem por você eu largo tudo
Carreira, dinheiro, aparências
Até nas coisas mais banais
Pra mim é tudo ou nunca mais

Fracassado
Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo um fracasso
Adoro um post de sucesso inventado

Jogado aos teus pés
Com mil ideias roubadas
Eu sou mesmo um fracasso
Adoro um post de sucesso inventado

Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo um fracasso
Adoro um post de sucesso inventado

 

Derrota

Enfim, o resultado das eleições, quase gerais, de 2018 é visto por mim como um retumbante e grandiosos fracasso. Por outro lado, como Saramago citado em “Analfabeto antissocial e midiático“, aprendi a não tentar convencer ninguém; e, portanto, é inútil passar conhecimento para quem tem “opinião formada” e não quer saber de fatos ou de opiniões incômodas.

Portanto, se percebo que alguma coisa é certa, tentar convencer outras pessoas é uma forma de colonização, assim sendo, prefiro continuar escrevendo e vendo derrotas eleitorais e fracassos pessoais como aprendizado.

Em suma, eu acrescentaria a palavra fracasso à frase atribuída à Einstein: “Fracasso e Sucesso só vêm antes de Trabalho no dicionário e nas malditas redes sociais“.

E assim caminha a humanidade, uma vez que a finada “nova” sociedade digital não vai entender, como deveria, nunca o buraco em que está se metendo.

 

Imagem: Adaptação Internet

 

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários, ou na página do Facebook, associada a este Blog, certamente serão todos lidos e avaliados.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referenciam-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.