Negacionismo Tupiniquim

Negacionismo – A maldição dos milênios

Negacionismo

Negacionismo (do francês négationnisme), segundo Janet Maslin (Michael Specter Fires Bullets of Data at Cozy Antiscience in ‘Denialism’. in New York Times) é a escolha de negar a realidade como forma de escapar de uma verdade desconfortável.

Assim sendo, presenciamos no Brasil as verdades desconfortáveis solapando a vida de muitos cidadãos e os negacionistas de rede social sem dar o braço à torcer.

Normalmente, o negacionismo é uma espécie de doença, em que as pessoas não se interessam por fatos que se apresentam em qualquer lugar do planeta. Elas, afinal, já formaram opinião (na realidade copiaram a opinião de alguém) e chegam ao cúmulo de realizar convenções de seguidores do terraplanismo.

Eu diria que este tipo de comportamento é a representação fiel da realidade que o mundo acabou; não nos demos conta, e nem precisou do meteoro.

Negacionismo x Ciência

Existem alguns dogmas dos negacionistas que assustam, pois eles querem mostrar que aquilo provado pela ciência é falso, na essência da negação.

O negacionista se orgulha de negar a ciência e dizer:

  • A Terra é plana;
  • Vacinas causam doenças
  • O aquecimento global é uma farsa
  • A evolução humana é uma mentira

Dessa forma, é importante ressaltar que estas pessoas (Negacionistas) podem ter tido origem após a 2a Grande Guerra, com o surgimento do movimento antissemita que negava a existência do Holocausto. Com toda a certeza, estes negacionistas acreditavam, e ainda devem acreditar, que o genocídio do povo judeu não existiu.

E, nesse sentido, a ciência não soube se apropriar daquilo que ela criou. Se a ciência e a tecnologia permitiram que a Internet levasse conhecimento a todos rapidamente, abriram, nesse ínterim, espaço para que o obscurantismo medieval.

Se coisas boas são reproduzidas à velocidade do som, coisas ruins são propagadas, por razões religiosas, políticas e dogmáticas, à velocidade da luz.

Custo do negacionismo

Certamente, sou privilegiado em entender a história, ler e avaliar o que muitos escreveram, e constatar que não tem como avançar com negacionistas. O negacionismo perpetrado no caso do Holocausto, repete-se com questões como vacinas, e também da forma como foi tratada a questão da AIDS, como doença contagiosa e muitos outros temas.

Chegamos ao ponto em que pessoas, para defenderem posições dogmáticas, questionam a forma do planeta ou a própria evolução do Ser Humano. Enfim, retornamos à Idade Média e, no caso do Brasil, à Idade da Pedra Lascada, em todos os segmentos da sociedade, e falta-nos pouco para a escravidão voltar a ser atividade econômica, se não já está sendo praticada.

Bem no início deste Blog, comecei a escrever uma trilha denominada “Manipulação de Massas“, baseada nas premissas de Chomsky e outros filósofos contemporâneos. Com toda a certeza, eu não imaginava que em tão pouco tempo, esta massa de manipulados passasse a exercer uma nefasta influência política e social.

Por outro lado, questões afetas ao Meio Ambiente (Aquecimento Global), Educação , Cultura, Saúde (Vacina), Ciência (Evolução Humana) são colocadas numa vala comum como terraplanismo e outras crendices, arrebatando incautos, ímpios e teleguiados.

Em suma, sai milênio e entra milênio, estamos perdendo a guerra para a insanidade ampla, geral e irrestrita, e o custo desta insanidade será muito alto, em todos os sentidos e em nome de Deus !

 

Imagem: Jornalismo Júnior

 

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários, ou na página do Facebook, associada a este Blog.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referenciam-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.