A Grande Chance - CoronavírusA Grande Chance - Coronavírus

A Grande Chance by Coronavírus

Crise e Oportunidade

Há muito tempo, tenho uma cisma sobre “traduções” que as pessoas fazem de certas coisas. O Mandarim e o Chinês, sobretudo os provérbios e frases desde Confúcio, estão no rol de coisas que fico apreensivo ao ler ou ouvir. Muitos falam que uma crise vem com a grande chance de mudar, associam com oportunidade, nada mais enganoso e perigoso. Duas coisas, acima de tudo, podem ser bem definidas e que me causam apreensão: 1) A interpretação do ideograma (palavra) CRISE em chinês e; 2) O Livro “I Ching” e suas transliterações e traduções, desde Confúcio.

Em suma, do que li e interpretei, aquele papo de coach ou mentor espiritual sobre Crise x Oportunidade é meio uma forçada de barra para vender muitos livros e palestras. Ou, em outras palavras, oportunidade neste caso é uma pequena “especialização” da questão. Sobre I Ching, nem aprofundo o assunto pois se trata de algo muito mais consistente do que contrapor crise e oportunidade, mas um livro que acumula toda a sabedoria dos orientais durante milênios.

Assim sendo, vamos fazer como palestrantes motivacionais e aproveitar a gravíssima crise proporcionada pelo Coronavírus e pensarmos no quão grande é a oportunidade que o futebol brasileiro, mineiro está recebendo. De acordo com a minha interpretação, é o momento que clubes e dirigentes, de boa fé e bem aventurados, larguem o restinho de osso que estão roendo e mudem a história.

7 a 1

Logo depois da Copa do Mundo de 2014, pensei que os “7 a 1” seria esta crise que poderia mudar o futebol brasileiro, errei feio. A mídia, os dirigentes, jogadores e até mesmo hordas de torcedores não entenderam nada sobre as lições daquela derrota em pleno Mineirão. A goleada não fez o pessoal nem esquecer o Maracanazzo; Nélson Rodrigues, se vivo estivesse, estaria feito um louco escrevendo sobre as ANTAS e QUADRÚPEDES que vomitam sobre futebol.

Escrevi sobre isto durante a Copa do Mundo de 2018, e poucos entenderam, a maioria rosnou e ficou por isso mesmo. Talvez o título da crônica (Coices e Relinchos da Mídia Esportiva) tenha magoado mais do que alertado este povo.

CoronaVírus

De acordo com os estudiosos no assunto a Pandemia do Coronavírus estava prevista. Além disso, a questão nunca foi se era ou é alarmismo, passa simplesmente pelo fato de quando começa, quando chega ao ápice e quando e como termina.

O mundo vai passar muito perrengue, como se não bastasse, a economia global vai sofrer um impacto como nunca sofreu, desde a Segunda Grande Guerra. Quem afirma que é somente uma questão midiática, ou que será um problema para o comércio, tem sérios problemas mentais e cognitivos.

Certamente, a coisa é tão bruta que até os grandes novos empreendedores (#SQN) que são os motoristas de aplicativos e aplicativos de entrega ainda não perceberam o tamanho da encrenca. E, como nada é tão ruim que não possa piorar, ao vermos comerciantes triplicando ou decuplicando preço do álcool-gel, temos a certeza de que muita gente ainda não entendeu o que é uma pandemia.

A Grande Chance

O futebol brasileiro, sem dúvida alguma, vive uma crise, e agora é a grande chance para mudar, radicalmente, doar a quem doer. A maioria dos que conseguem pensar racionalmente (excluo bestas quadradas de mesas redondas) afirma que o calendário é um de nossos principais problemas. Existe a crença de que se o calendário brasileiro adaptar-se ao Europeu (determinado pela UEFA e FIFA) tudo se resolve. As diferenças de pré-temporada, disputas de Copas do Mundo e competições continentais (Libertadores, Copa América etc) seriam equacionadas e positivas para times brasileiros e sul-americanos.

Enfim, esta é a grande chance do futebol brasileiro, e pode ser a oportunidade única que estava faltando para uma construção desde a fundação. Refundar este símbolo nacional exige desprendimento e capacidade de todos os intervenientes. Neste caso, veremos quem é quem na mídia, na direção dos clubes, nas federações e até mesmo dos patrocinadores e anunciantes.

Vocês todos vão perder muito dinheiro, muitos clubes estão contando com premiações para sobreviver até vender algum jogador. Sabe quantos jogadores serão vendidos para a Europa com o hiato de uns 3 ou 4 meses na temporada deles? NENHUM !

CBF, federações, mídia, dirigentes de clubes, é provável que vocês matem a galinha dos ovos de ouro que sustenta a todos !

 

Reprodução Ideograma: Internet

P. S. –  Reitero também o pedido feito em muitos momentos da vida deste blog e presente na página de “Advertências“. Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas. Coloquem aqui nos comentários ou na página do Facebook

2 comments for “A Grande Chance by Coronavírus

  1. 17/03/2020 at 20:10

    Professor, estou aqui novamente.
    Você correlacionou, de maneira excelente na sua postagem, duas situações tão presentes em nosso cotidiano, e entrou em um tema bastante legal.
    Visto isso, queria saber a sua opinião sobre algo que sempre é muito falado: a ligação CRUZEIRO, PSDB E AÉCIO NEVES.
    Se você acha que existe/existiu benefício nessa relação, e se você acha que o fato de o Aécio ter sido durante alguns anos TÃO influente no meio político, teve alguma correlação com os anos onde o Cruzeiro vivia bem. Ou se é só neurose das pessoas em acreditarem em algo assim?

    • 17/03/2020 at 23:31

      Lucas,
      Particularmente, adoro teorias conspiratórias e “viagens”…. Entretanto, na questão do Cruzeiro e o citado político, não vejo nada que ele possa ter ajudado e muito menos se beneficiado. Eu diria que ele nem é cruzeirense legítimo… talvez um simpatizante festivo, daqueles que só vai na boa. A ligação do futebol com a política SEMPRE tem sido muito ruim, para o Cruzeiro e muitos outros clubes com times de futebol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.