Enganado na Imagem

Imagem na pandemia – A Armadilha

Imagem não é nada, sede …

Alguns tempo atrás, em meados dos anos 1990, um refrigerante (Sprite) de sabor limão, usando das técnicas de marketing que servem para consumistas. A famosa companhia lançou uma propaganda com o sloganImagem não é nada, sede é tudo. Obedeça sua sede“. Em seguida, o comercial recebeu várias críticas, mas muita gente trocou de refrigerante por conta da propaganda. O link (clique no slogan indicado) mostra uma imagem ácida e mordaz deste tipo de manipulação de massas.

Propaganda enganosa

Os limites da propaganda enganosa foram ultrapassados há muito tempo, o adventos das chamadas mídias e redes digitais, faz com que uma imagem não signifique nada. E, como se não bastasse, o slogan original deturpado do refrigerante, virou modo de vida de muita gente que se produz para mostrar uma imagem que não corresponde ao conteúdo.

 

Propaganda Enganosa - DrPepper

Propaganda Enganosa – DrPepper

 

Entretanto, temos que combinar uma coisa, a patuleia gosta de ser enganada. Assim como na charge de Dr Pepper, usuários de redes sociais, no geral, constroem seus castelinhos de areia e recebem aquilo que merecem. Como se não bastasse, se não são desmascarados, trollados, zoados e coisas afins, não admitem que fizeram papel de otários, persistem na ignorância e adorando uma imagem.

Imagem nas redes sociais

Bebida é água / 
Comida é pasto / 
Você tem sede de quê / 
Você tem fome de quê / / 
 gente não quer só comida / 
A gente quer comida, diversão e arte /

Titãs (in Comida)

Os usuários de redes sociais tem fome e sede de imagens, a adoração se dá pela imagem, do início ao fim. Desse modo, cultua-se aquilo que é aparência, cultua-se o “ter” e ignora-se o “ser”. Cada vez que alguém mostra aquilo que não é, uma multidão de adoradores estarão elegendo seus ídolos de barro. E, como se não bastasse, criou-se uma “guerra” por ser adorado, às vezes escrevemos alguma coisa numa determinada timeline e lá vem réplicas como se estivéssemos disputando fãs e seguidores.

Imagem e isolamento

Com a pandemia, isolamento, elevada exposição de imagem das pessoas, está claro que termos problemas sérios muito em breve. Já apareceu até coach de imagem em tempos de pandemia. Se bem que, tenho visto muitas pessoas que conheço e convivi presencialmente e que não cuidam da imagem e, por outro lado, muitas pessoas que conhecem a gente e ficam prestando atenção no cabelo despenteado, na barba por fazer e  esquecem do conteúdo.

Além disso, saliente-se ainda que, imagem tem importância, muitos conceitos mudam, mas não é mais importante do que a “sede” ou a “fome” de conteúdo.

Imagem não é nada

Assim como na propaganda, imagem nas redes sociais, especialmente em tempos de isolamento, não é nada. Se ficamos livres da quantidade excessiva de selfies, passamos a ver o quanto algumas pessoas mostravam aquilo que não são nas redes sociais.

Da mesma maneira que destaquei no texto “Empreendedores de Palco“, certamente, teremos no pós pandemia, os Enganadores de Imagem a Distância.

Com toda a certeza, imagens em que o fundo é uma estante sem livros, com objetos de gosto duvidoso ou não relacionados com o tema da mensagem, é impróprio. Por outro lado, crianças, mães, esposas, namoradas aparecendo no meio das imagens ou atrapalhando o conteúdo, não é correto e honesto.

E, portanto, faz-se necessário um cuidado de cada um para não jogar por terra todo a possível qualidade que o conteúdo a ser transmitido enseja.

Enfim, entendo e concordo que todo mundo, do professor ao entrevistado em qualquer live ou vídeo, deva se preparar e cuidar da imagem e existem profissionais especializados no assunto. Existem erros absurdos que estes profissionais especializados podem evitar, e até sugerir uma “nova” estética para as imagens das lives.

Imagem não é nada, sede é tudo. Obedeça sua sede !!!“, beba sua água. como seu pasto, não caia em ciladas e armadilhas.

 

Imagem: Adaptada da Internet

 

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários, ou na página do Facebook, associada a este Blog.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referenciam-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

2 comments for “Imagem na pandemia – A Armadilha

  1. Romarol
    21/06/2020 at 01:59

    Gostei! Este texto faz a gente pensar. E é o que importa.

    • 21/06/2020 at 15:44

      Venho tentando com quase todos estes textos, abrir caminho para que as pessoas PENSEM. Entretanto, está difícil demais. Coloco muito nas “entrelinhas” para as pessoas buscarem outras opiniões. Aí o cara vem e comenta: “… você não responde nada, só questiona…” Pessoal tem pressa, só quer saber das “respostas” que eles concordam. Este texto é um alerta para o tanto de “coach” e assemelhado de rede social com suas lives… como dizia velho filósofo… se espremer, não tem NADA de conteúdo ou de trabalho REALIZADO. IMAGEM, em redes sociais, é TUDO ! Sede e fome não são nada… quero ver depois da vacina para COVID-19 os que sobreviverem…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.