Sen Carlos Viana - Joaquim Silvário Rural

Joaquim Silvério Rural – Não foi acidente

Joaquim Silvério

No passado, este personagem teve papel fundamental na história do país, trata-se de Joaquim Silvério dos Reis. Certamente o maior traidor deste país e não somente de um movimento revolucionário. A pequena, mas infame, história deste traidor deveria ser melhor explorada e ensinada aos brasileirinhos, para que não cometam os equívocos que estamos vendo serem cometidos.

O leitor que me acompanha, deve ficar curioso por relacionar Joaquim Silvério a esta trilha de textos, nos quais faço questão de escrever sobre o crime de Mariana (contra o meio ambiente e contra as vidas humanas). Eu explico,  todo dia 5 escrevo sobre Mariana, para não esquecer, e a maioria dos textos não publico, fico esperando alguma coisa. Com toda a certeza, depois de mais de seis meses sem publicar nada nesta trilha, o pouco que posso fazer é denunciar este traidor dos mineiros.

Carlos Viana

Senador da República, Carlos Alberto Dias Viana, é mineiro, jornalista e político, e o “nosso” Joaquim Silvério, da pior espécie, igual ao original, que traiu pela mineração e, nesse momento, coloca-se em traição aos mineiros. O senador usa de estratégias cruéis, em seu primeiro mandato como senador da república, que fariam corar o traidor máximo da Inconfidência.

Este político neófito deve ter tido bons professores ou, por outro lado; bons financiadores de campanha. Por isso, sua carreira na Rádio Itatiaia, Diários Associados, Rede Record foi decisiva este tipo de comportamento vil. Se bem que, fico em dúvida sobre o comportamento dos mais de 3,5 milhões de eleitores dele que mal sabem que foi eleito por um partido, mudou-se para outro e caga e anda para todos os mineiros.

Não foi Acidente

Em suma, a indignação só aumenta, desde a última publicação ( Indigna Nação ), quase um ano atrás, vi crescer as ações e manifestações sobre Brumadinho. E, infelizmente, vi desaparecer tudo que se referia a Mariana, impunidade é pouco para mostrar a razão da minha grande tristeza. Constato que tragédias são fatos novos que fazem o brasileiro mediano esquecer de farsas e tragédias anteriores.

O evento da pandemia causada pela COVID-19 colocou mais dramas e sofrimento ao povo de Brumadinho, Mariana e demais vítimas destes  crimes contra a vida. Enquanto parlamentares mineiros no Congresso, de todos os partidos, lutam por uma CPMI sobre aquele crime da Vale, um senador traidor usa de manobras e estratégias para procrastinar. Nem o fato de que foi beneficiado por doação de advogados de mineradoras o constrange e seus eleitores devem estar satisfeitos pois tudo se faz de maneira “fechada” naquela casa.

Definitivamente, nunca vivemos numa democracia e “nossos” representantes não estão se comportando como deveriam se postar numa República. Peço desculpas às vítimas do crime de Mariana por usar esta trilha e falar mais do senador traidor, é necessário, mesmo que ele esteja atuando contra Brumadinho, é um traidor dos mineiros.

Joaquim Silvério Rural

Quando escrevo falando que nossa tragédia começou em 1808, muitos desdenham. Na época da derrama, a Inconfidência foi para colocar obstáculos à mineração e militares estavam envolvidos. Agora vemos que a premiação destes traidores, como o Joaquim Silvério “rural” é um cargo político que lhes dê sobrevida.

Enfim, estamos ferrados, a população atingida de Mariana até Regência, foi esquecida, as vítimas do crime de Brumadinho vão sendo relegadas a planos inferiores.

A trilha que imaginei, para que não esqueçamos de Mariana, vai sendo apagada da memória de todos, e mais traidores estão no poder, estamos ferrados com estes senadores que deveriam representar o povo mineiro. Eles não mudam a história, somente repetem as tragédias para se manterem à serviço das oligarquias.

A quem interessa uma CPI do Senado ao invés de uma CPMI de interesse nacional ?

 

P. S. Peço a todos que são solidários às vítimas de Mariana e Brumadinho que divulguem a denúncia deste Joaquim Silvério Rural e que tenham motivação para ler outros posts desta temática.

 

Imagem: Reprodução Internet  (Autoria Não Identificada)

 

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários, ou na página do Facebook, associada a este Blog.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referenciam-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.