Pausa - Carlos Drummond de Andrade

Pausa durante uma Pandemia

Pausa

Em primeiro lugar, este é um post curto, mínimo do mínimo dos que faço neste blog. É, surpreendentemente, explicativo, coisa que não costumo fazer fora dos textos iniciais. Assim como fiquei 100 dias em 2019 sem falar de política, a partir de hoje, inicia-se minha pausa no tema política, mas não abusem da minha paciência(1).

Por quê a data de hoje? Com certeza não tem nenhum simbolismo ou significado, foi o dia que acordei no meio da madrugada e decidi, tenho que repetir aquele meu período sabático e a frase de Drummond é inspiradora.

Contexto

Destarte, cabe ressaltar que tomei tal decisão em função de vários fatores e momentos. As intervenções e manifestações em rede social, as notícias sobre pandemia e política eleitoral (no brasil e Estados Unidos) e outras questões “de momento”. Por outro lado, não pensem os apressadinhos e meu pretensos algozes, que estou abandonando tudo como têm(2) feito, muitos conhecidos.

Redes Sociais

Estou suspendendo (pausa) nas discussões sobre política nas redes sociais e grupos, por qualquer canal de comunicação até o final do ano, ou o início da aplicação de uma vacina que proteja contra o SARS-CoV-2. Contudo, aproveito este texto para propor que sejam feitos estudos e uma vacina anti raiva e ódio seja desenvolvida e aplicada em beócios de redes sociais.

Vocês, disseminadores do ódio, defensores de genocidas, milicianos, déspotas pouco esclarecidos, tomadores de cloroquina, não pensem que me venceram. Certamente, estou fazendo uma pausa somente para refletir e avaliar quais as armas poderei usar após as eleições no Brasil e nos EUA contra estes teleguiados.

Depois das eleições, com toda a certeza, estarei de volta ao tema política, até lá, continuarei nas redes sociais e no mundo real falando de futebol e do pós-pandemia. Dessa forma, sugiro que leiam textos sobre “Educação pós-pandemia“, “Trabalho pós-pandemia” e afins, onde darei minha opinião sobre  que vem por aí.

Política

Duas situações (que considero FATOS) que me levaram a esta decisão foram:

1) Documento do Ministério da Saúde “recomendando” a todos que indicassem a Cloroquina como tratamento, assinado por um militar.

Neste caso fico com a opinião da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) (Matéria UOL), e contra médicos que apoiaram o fim do “Mais Médicos”, que são contra o SUS e prescrevem este medicamento. Aliás, Cloroquina e congêneres  estão sendo proibidos em diversos países para prevenção da COVID-19, por ineficácia.

2) Situação analisada por especialistas em pandemia e outros relacionados à saúde coletiva e a constatação de que os piores países em relação ao tema são o Brasil e os EUA.

Em ao eleitoral no Brasil e EUA, o uso da pandemia tornou-se uma guerra entre esferas do setor público. O que temos visto nos EUA e Brasil é a União brigando com estados e municípios com claros interesses político eleitorais. É vergonhosa a posição dos seguidores de ambos os lados quando misturam os assuntos. em outras palavras, quando se mistura politica, futebol e religião, dá muita merda.

MAKTUB !

Pausa sabática

Dessa forma, minha pausa sabática é somente no assunto política e não estou fazendo como alguns que conheço que enfiam a cabeça n buraco como avestruz e não vêm o que acontece. Vou trabalhar para eleger minha candidata a vereadora e ainda vou definir sobre o prefeito posto que tudo é indefinido. Vou usar as redes social para isto, só não vou misturar com pandemia e estou pensando (como nos textos indicados no pós-pandemia.

 

(1) – Alguns terão a minha paciência pois, certamente, não entenderão nada do que escrevi e continuarão sendo provocadores baratos, portanto, terão minha indiferença completa.

(2) – a palavra aqui está com a grafia correta. Outro dia, um rábula, idiota e bolsominion (desculpem o pleonasmo triplo), numa rede social, não tendo o que argumentar, criticou a grafia da palavra que fiz sem acento. C´est la vie, entretanto, não vou dar a moral para o sujeito amargo e estulto citando-o.

 

Imagem: Reprodução Internet

 

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários, ou na página do Facebook,associada a este Blog.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referenciam-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

2 comments for “Pausa durante uma Pandemia

  1. Beth Makennel Cruzeirense
    18/07/2020 at 15:03

    Bom da uma pausa na política sim, Evandro!
    O que anda acontecendo no Brasil parece que é pesadelo. As vezes acho que estou sonhando e tendo um horroroso pesadelo. Militar cuidando da saúde? Presidente louco desvairado incentivando o uso de remédio assassino? Ter milhares de brasileiros apoiando tudo isto? Parando por aqui o que já é mais do que suficiente para desanimar…
    Melhor mesmo dar tempo!
    Meu conterrâneo Drumond era um gênio!

    • 18/07/2020 at 18:07

      Beth, Não existe remédio assassino… existem assassinos e genocidas que se metem a prescrever e os CONSELHOS profissionais estão se omitindo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.