Vale Gás = Auxílio Gás

Botijão de gás na lista de presentes de luxo

Lista de presentes

Alguns hábitos evoluíram muito, mudaram os hábitos das pessoas, mas algumas coisas têm o mesmo sentido e adquiriram novas características. Noivos com casamentos tradicionais tinham o hábito de receber presentes valiosos dos padrinhos, especialmente aqueles que iam às igrejas. Com toda a certeza, a casa da noiva, no dia do casamento, tinha espaço reservado e pessoas destacadas para receber os presentes. Bem pouco tempo atrás, quem seria capaz de imaginar que um botijão de gás seria um presente de casamento de luxo?

Botijão de Gás

Os presentes considerados de luxo, algumas décadas atrás, eram os eletrodomésticos duráveis como televisão, geladeira e fogão. Não raro, aparelhos de jantar e faqueiros de qualidade eram presentes dos padrinhos mais abastados. Por outro lado, alguns presentes eram dados em duplicidade e recém-casados podiam ganhar panelas de pressão, liquidificadores e outros em boa quantidade. Contudo, somente após passar pela etapa de receber presentes é que pode-se adquirir sendo de utilidade dos presentes para novos casais.

Desse modo, e após passar pela experiência de receber presentes e após mais de três décadas de atividades de presentear outras pessoas, podemos apresentar nossas impressões. Tem sido recorrente que noivos e aqueles que estão montando sua casa, não se façam de rogados e, além do fogão, peçam um botijão de gás.

Chá de presentes

Em primeiro lugar,  as mudanças da sociedade seja no comportamento ou nas imagens e ações de mercado são assustadoras. Por exemplo, antes era uma atividade de “despedida de solteiro/a” e “chá de panela” onde a noiva montava sua cozinha. Atualmente, virou “chá de casa” e outras tantas coisas como “chá de lingerie”, “chá de bar”, “chá de bebê”, “chá de revelação” e uma infinidade de motivações para as pessoas se reunirem e ganharem presentes.

Surpreendentemente, as motivações para se reunir pessoas – o que é muito bom – levaram a absurdos como comemorar “mesversário” ao invés de aniversário.  Como se não bastasse, chegamos a um ponto em que existem empresas especializadas em organizar “chás” de presentes e até “mesversários“.

Enfim, as coisas evoluíram tanto que empresas de e-commerce possuem sua lista de presentes para as mais diversas finalidades. Lista de casamento é somente uma especialidade em que os noivos declaram o que desejam e quem se interessar comprar o presente e nem se dá ao trabalho de sair de casa.

Presentes de luxo

Com toda a certeza, um botijão de gás nunca esteve na lista de presentes de grande parte da sociedade consumista do Brasil e de países mais civilizados. Em outras palavras, botijão de gás é um objeto que faz parte da vida de quem sabe o preço das coisas ou dependia de uma “Vale Gás“.

Vale Gás

A aprovação do “Auxílio Gás“, pouco depois da crise e elevação do preço do gás que tem provocado aumento da inflação é mais uma ação pífia do governo para tentar tapar a economia em declínio.

Anteriormente, vinte anos atrás, o Governo Federal tinha, basicamente, três benefícios para os mais desassistidos:

  • Vale Gás
  • Bolsa Escola
  • Bolsa Alimentação

Os programas de assistência da Rede de Proteção Social, no início do milênio, atingiam aproximadamente 5 milhões de famílias, sendo que pouco depois foram incorporados pelo Bolsa Família. Portanto, a recente reintrodução do “Auxílio Gás(*), extinção do Bolsa Família e criação do Auxílio Brasil são, inquestionavelmente, um retrocesso de vinte anos.

Assim sendo, é compreensível que noivos que não serão atendidos pelos programas “Auxílio Brasil” e “Auxílio Gás”, que terão duração efêmera, peçam um botijão de gás de presente. E, como se não bastasse, é recomendável aos que desejam presentear alguém, que o botijão esteja cheio, #FicaaDICA !

Solidariedade e Botijão de Gás

Há muito tempo não entro nas listas de presente, seja de casamento, de casa nova, de bebês etc. Por outro lado, todos que fazem estas listas, se casam etc. pergunto após algum tempo se estão precisando de alguma coisa que seja útil ou faça falta. Botijão de gás cheio tem sido um item que está aparecendo nas listas e relações de necessidades com maior frequência.

Sinal dos tempos?

É provável que seja um sinal de que as coisas não saíram do jeito que muita gente imaginava e que as escolhas feitas no âmbito da política eleitoral foram equivocadas.

Em suma, este texto é somente uma observação que faço e não é direcionado a ninguém, mas serve, principalmente, para aqueles que nunca se preocuparam com o preço do botijão de gás, seja ele vazio ou cheio.

Perdemos várias batalhas e, sem a mínima intenção de ser pessimista, estamos perdendo a guerra de sermos solidários nas dores de nossos próximos. O fôlego de quem tem a colaboração e cooperação como comportamento constante está acabando, para muitos já acabou, e nada será como antes.

Alguns meses atrás publiquei texto(1) sobre de quem é a culpa por chegarmos a este ponto, parece que ninguém assume a culpa e dedinhos apontam em todas as direções. Parece que o brasileiro nunca se acha culpado de nada, mira nos políticos e, certamente, a culpa é de quem os colocou lá, taoquei? E não ouço mais aquelas panelas batendo nas varandas e casas dos que não precisam de gás a preço acessível.

 

(*) A título de comparação do retrocesso, o “Auxílio Gás” prevê atendimento de cem mil famílias.

(1) “Quem é o culpado da nossa situação?

 

Imagem: Reprodução Internet

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindos.
  • Coloquem aqui, nos comentários ou na página do Facebook, associada a este Blog, certamente serão todos lidos e avaliados.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referem-se a textos ainda inéditos.
  • Caso queira fazer comentário no texto, clique aqui e envie mensagem para pyxis at gmail.com e, certamente, faremos a autorização.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.