Proteção de Dados - Cert Br - Nic Br

Proteção de Dados na boca de Matildes

Dia Internacional

A data de hoje, assim como todos os dias, servem para “homenagear” ou dar destaque para alguma coisa. Ainda não encontrei um dia sequer que não tenha um “homenageado” ou sem um santo. É impressionante as referências, algumas muito curiosas e que não passa pela cabeça da maioria dos habitantes do planeta. Dentre outras ( faço menção ao final ), hoje é o Dia Internacional da Proteção de Dados.

Anteriormente, em vários textos, manifesto a minha quase indignação com este negócio de dia disto e daquilo. Sempre que eu escrever destacando “o dia X” repetirei meu desagravo.

Proteção de Dados

Muito antes que a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) fosse aprovada no Brasil, uma convenção do Conselho da Europa, em 1981, estabeleceu algumas normas. A Europa experimenta, há alguns anos, a sua GDPR ( em inglês “General Data Protection Regulation” ) que inspirou a nossa legislação.

Resumidamente, a nossa LGPD trata da proteção de dados, para pessoais naturais, com algumas flexibilizações em relação à GDPR. Contudo, mesmo a Convenção 108 tendo sido aprovada muitas décadas atrás, somente nos últimos cinco anos a informação começou a ser protegida de fato e a privacidade do indivíduo respeitada.

Com efeito, existe há muito tempo regras para proteção de dados de uma forma geral. Entretanto a explosão de uso da Internet e a computação móvel ( especialmente celulares ) tornou vulnerável a criação, a consulta, as alterações e até a exclusão de dados inseridos nas redes de computadores.

Após a sanção da Lei nº 13.709/2018 foram passados dois anos até entrada em vigor, assim sendo, estamos atrasados, como em muitas outras coisas. E, como se não bastasse, a maioria dos profissionais que está cuidando do assunto ( proteção de dados sob a égide da LGPD ) não é do ramo de TI.

Eu diria, no Dia Internacional de Proteção de Dados, que a jabuticaba Tupiniquim em Pindorama não vai funcionar.

LGPD e Proteção de Dados

A princípio e no papel, tudo é lindo, imaginaram que ao ser sancionada, mesmo tendo criado um Frankenstein ( ver ” Show me The Code – ou a LGPD não Pega ” ), estaria sendo criado uma maior segurança para os dados das pessoas.

Contudo, o discurso é um e a práxis fica aquém, especialmente pelo fato de que a pretensa “… maior segurança jurídica nas relações comerciais …” via Internet não é dada pelas leis e sim pela tecnologia.

Certamente, todos que acham que a Lei, per si, ou até mesmo os procedimentos de “compliance“, elevam a segurança ou ao menos diminuem as vulnerabilidades, ainda não entendeu nada de tecnologia.

Não tenho nenhum receio de reafirmar que estas datas m “homenagem” a determinado assunto, são falaciosas e escondem muito mais do que mostram. Ou, na melhor das hipóteses, já que muitos adoram uma rede social, lives, certificados de participação e afins, temos somente uma data e conteúdos para alertar para as pessoas sobre a necessidade de privacidade e proteção dos dados e informação de cada um.

Pindorama Tabajara

Da mesma forma, recorro ao filósofo Tim Maia e sua célebre frase : “O pais não pode dar certo”, a LGPD e a proteção de dados tem tudo para não dar certo.

À medida que deixamos nossos dados à mercê de redes privadas, nos nossos dispositivos móveis ou em qualquer cadastro para aprovação de crédito, nossa privacidade está comprometida, inexoravelmente. E, isto é só o começo pois podemos ser atacados sem saber nem como e porque um atacante tem tanta informação sobre nossa vida.

Os dados e informações de milhões de brasileiros já estão em situação pior do que a expressão ” na boca de matildes ” pois com as redes sociais não tem perdão. Em Pindorama, toda solução “Tabajara” tem vida curta e não adianta dizer que, a partir de agora teremos mais moralidade.

Em ” Privacidade Hackeada “, texto que fiz sobre documentário, tentei alertá-lo sobre não termos privacidade ou o que é pior, não termos mais controle de nossas vidas.

Você é o único responsável pelos seus dados e informações que coloca nas redes sociais e Internet  Maktub !

www.seguranet.pt - Proteção de Dados

www.seguranet.pt – Proteção de Dados

É VERDADE

Espaço destinado a verdades em Pindorama que se contar, ninguém acredita e, provavelmente, não serão notícias boas. Será feita ao menos uma indicação por texto e, eventualmente, mais de uma poderá ser publicada.

 

Curiosidades

Hoje, 28 de janeiro, é dia da(o)

  • Abertura dos Portos
  • Auditor Fiscal do trabalho
  • Combate ao Trabalho Escravo
  • Comércio Exterior
  • Corais da Amazônia
  • Portuário
  • Privacidade de Dados

 

Charge: Cert BrNic.Br

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários ou na página do Facebook, associada a este Blog, certamente serão todos lidos e avaliados.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referem-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.