Universo Paralelo Azul - Adaptação

Universo Paralelo Azul

Universo Paralelo

Existe o Universo, existe o ” Universo em Desencanto “, o universo paralelo e o universo paralelo azul. O universo é Azul, azul bem escuro, a exceção são os buracos negros. Entretanto, até descobrirmos o que tem dentro dos buracos negros, a imensidão azul escura é o que de real existe.

Por outro lado, aqui na Terra, tem algumas categorias de pessoas que vivem num universo paralelo. Dentre estas pessoas, destaco o atual presidente do Cruzeiro, Sérgio dos Santos Rodrigues (SSR).

Vivemos tempos nebulosos, daqueles que, em tempos sombrios e nuvens azuis escuras, fazem com que somente uma pequena parcela de cruzeirenses consigam um jogo de futebol sem influência externa.

Universo Paralelo Azul

Assisti ao jogo de sábado pela TV, com o som do incompetente narrador no MUTE. Ouvi por uma rádio e acompanhei comentários em grupos e redes sociais. Temos muitos cruzeirenses vivendo num universo paralelo azul, alguns vivem no azul, outros no da “Alice” e outros tantos com a cabeça enfiada num buraco negro.

Não sei de onde estas pessoas tiram inspiração para tamanho otimismo poético.

Publiquei um texto sobre “O Jogo que eu vi – Cruzeiro x Goiás(GO)” e, com toda a certeza, a baixa audiência de deveu ao elevado contingente de navegadores das nuvens negras e universo paralelo. Por outro lado, é lúdico ver como alguns torcedores mantêm seu otimismo. Desse modo, posso depurar o que escrevo e melhorar a minha análise sobre estes momentos sombrios.

Torcedor mediano

Atualmente, virou crime falar, mesmo que coletivamente, sobre algumas categorias de torcedor. Quando utilizo o termo “torcedor mediano” estou sendo muito hipócrita, pois não penso assim.

Mas voltando ao universo paralelo de muitos. O jogo foi após uma manifestação da torcida na porta da Toca 2, onde estavam concentrados os jogadores. O alvo máximo dos protestos estava bem distante, quase 1500 km de “vantagens” e de distância. Eu me pergunto se aqueles que financiaram o protesto querem o melhor para o Cruzeiro (pergunta retórica, taoquei?).

É impossível, pelo menos no universo que eu vivo, que uma manifestação como aquela que presenciei, ajude os jogadores. Algumas atuações e as declarações dos jogadores após o jogo, corroboram minha teoria. Portanto, este torcedor ser chamado de mediano é licença poética.

 Carta Aberta

Nesse meio tempo, de volta a BH, o presidente do Cruzeiro usa os canais oficiais para divulgar uma “Carta Aberta” (reproduzida na íntegra) aos torcedores, faltou ele dizer qual universo de torcedores ele estava se dirigindo.

Carta aberta do presidente Sérgio Santos Rodrigues aos torcedores do Cruzeiro

Parte 1
Bom dia, Nação Azul
Antes de tudo, minha posição é de desculpas diante de toda essa lamentável sequência de fatos ocorridos, dentro e fora de campo. Sou muito grato por ser presidente do Cruzeiro e jamais farei desse momento delicadíssimo de nossa história, que herdamos de 2019 e se arrasta até os dias atuais, palanque para esconder erros ou jogar mais gasolina num corpo em combustão. Mesmo porque são poucos os dispostos a apagar esse incêndio sem pedir algo em troca. O que torna o nosso compromisso ainda mais difícil.
Quanto às manifestações dos últimos dias, acompanhei de perto. Escutei com muito respeito. Sabemos que nem todos são de coração ou isentos de interesses políticos internos do clube ou dos bastidores do universo do futebol, mas não cabe a mim julgar. Cabe ao presidente do Cruzeiro respeitar aos (sic) que protestam com o coração.
Parte 2
Aproveito para divulgar que em breve vou dar uma entrevista para que possa esclarecer ao máximo dúvidas e desconfianças. Sejam da arquibancada, das organizadas, grupos ligados a conselheiros, do interior de Minas Gerais e de qualquer lugar do mundo onde estiver um cruzeirense.
Quanto aos áudios editados e publicados, tenho duas explicações. A primeira é dizer que também acho impróprias palavras e expressões expostas. Eu ou qualquer outra pessoa podemos mudar a forma de dizer algo quando estamos num ambiente informal e quando acreditamos estar em uma conversa franca com pessoas que damos confiança e respeito. Eu dei. Recebi e conversei abertamente com diversos grupos de torcedores recentemente, por várias horas, em nossa sede.
Em segundo lugar, lamento ver que essas expressões ditas no calor de uma conversa informal tenham sido usadas fora do contexto. Como, por exemplo, ver a narrativa de me tornarem uma pessoa violenta, quando na verdade respondia a insinuação de violência contra minha esposa e filhos, mulher (sic) e crianças. Mas vou me limitar a lamentar o fato e, de novo, desculpar-me com todos que se indignaram ao escutá-las, mesmo não sabendo de todo o assunto falado e do intuito que foram divulgados curtos trechos de uma longa conversa.
Parte 3
Pessoal, desde que entramos, estamos lutando pra trazer recursos e reerguer o Clube. E compreendo os que discordam das ações e opções que fizemos até o momento para recuperar o Cruzeiro.
Eu nunca disse que seria fácil e também já disse que erramos, mas sempre tentando o melhor, trabalhando dia, tarde e noite. Falamos diversas vezes da difícil rotina de contratempos e dívidas. Mas mesmo assim conseguimos superávit de R$ 33 milhões em nossa gestão até o momento.
Àqueles que me julgam arrogante, saibam que desde o primeiro dia eu tenho buscado o diálogo e ajuda de vários cruzeirenses e agentes do esporte, sejam torcedores, empresários, sócios, imprensa, conselheiros, dirigentes. Procurei e recebi muita gente. E saibam também que existem boicotes a quem luta contra o sistema instaurado em 2019. Mas eu jamais vou desistir.
O Cruzeiro não é meu, nem de grupo nenhum (sic). O Cruzeiro é de todos os seus 9 milhões de apaixonados.
Parte 4
Seguirei lutando, trabalhando, tentando evitar erros e pedindo que nunca deixem de confiar no Cruzeiro, mesmo que não gostem de mim, que me julguem por isso ou aquilo, ou a qualquer outro dirigente. Pois boicotar ou implodir o nosso Clube é tudo que querem os inimigos (e falsos amigos) desse Gigante Azul.
Um abraço!”

Quintal

Nesse ínterim, ao divulgar a Carta Aberta nos grupos e espaços que participo, recebo links da coluna “Quintal do Dalai“, escrita pelo jornalista Fernando Rocha ( ex-Globo ). Um belo poema, mas noutro diapasão, noutra galáxia que não a que eu estou. Inegavelmente, palavras que expressam sentimentos de cruzeiridade legítimos. Entretanto, não vejo como estas palavras são possíveis de ajudar a torcida e ao time.

Começa pelo título que usa como “bode expiatório” um gol contra e seu autor ( descrevo a situação no texto anteriormente indicado sobre o jogo ).

Com toda a certeza, o péssimo Joseph vai se esconder e poderá ser linchado se for na padaria comprar um pão e for reconhecido. Eu me pergunto que universo é este que gente não respeita um erro no trabalho alheio feito sob pressão? O cara é ruim, não dá para usar um erro crasso e pueril como inspiração poética, meu mundo é outro.

Colapso e Falência

Alguns interlocutores que têm ligações com o Conselho Deliberativo e direção do Cruzeiro nem respondem mais às minhas mensagens, outros, viventes de um universo paralelo azul, me bloquearam. Eu fico um pouco chateado …  Por outro lado, percebo que aqueles que se afastam e não aceitam o debate, vivem em outros universos, que podem ser azuis, mas que não usam os mesmos nomes das cinco estrelas de uma certa constelação.

Escrevi, muito tempo atrás, sobre nosso colapso, quando os de outro mundo ainda comemoravam títulos, jogavam lixo para debaixo do tapete e diziam que era uma crise. Em “O Cruzeiro não resistiu aos aduladores“, mais recente, faço um arrazoado sobre o que escrevi de falência moral, colapso em campo e outros temas. Certamente, a maioria das pessoas que recebeu o link nunca leu e quando vejo as palavras do presidente SSR, prevejo que muitos continuarão não lendo.

Batom na cueca do Universo Paralelo Azul

Este texto é dedicado aos cruzeirenses que me perguntaram o que eu acho da Carta Aberta, das manifestações e não perguntaram sobre o jogo. Vejo nas redes, em especial no Twitter, uma avalanche de valentões boquirrotos que ameaçam a integridade física de mulheres e crianças. Isso tudo a partir de uma paixão irracional, típica de quem não é humano, nada justifica este tipo de comportamento, ainda mais quando a ameaça é anônima e contra pessoas indefesas.

E erra redondamente quem pensa que apoio alguma coisa do que o atual presidente está fazendo, não deveria nem ter sido eleito para o tal mandato-tampão. Mas o torcedor que diz conhecer o Cruzeiro e não sabe nem o que significa Estatuto e Constituição não pode estar qualificado para votar. A Carta Aberta do SSR ( leiam atentamente cada umas das partes do texto ), na minha opinião, é mais do mesmo, em outras palavras, é tentar explicar “batom na cueca“.

Ficar escrevendo em rede social que “acabou a paciência” ou “tem que renunciar“, sem saber nem quem vai ocupar o lugar do atual presidente, é pura estupidez, ou algo orquestrado maquiavelicamente para recebermos alguém ungido como o “salvador da pátria“.

Enfim, pelo que li, ouvi, presenciei e de acordo com as minhas percepções e predições, muito em breve, teremos torcidas organizadas e torcedores de rede social clamando pela vinda do “salvador”. E não foi preciso nem consultar o meu astrólogo cruzeirense preferido e nem buscar no Tarô ou Runas, bastaram meus conhecimentos de Cefalomancia.

Saiam deste universo paralelo azul e caiam na real !!!

 

Imagem: Blue Galaxy Nebula ( adaptada de 10wallpaper.com )

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindos.
  • Coloquem aqui, nos comentários ou na página do Facebook, associada a este Blog, certamente serão todos lidos e avaliados.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referem-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

 

 

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.