Sistema Eleitoral Guiado

Sistema Eleitoral e a Constituição

Neófitos

Em primeiro lugar, o eleitor e cidadão brasileiro gosta de arrotar sapiência em muitos assuntos. Ouvindo um psicólogo falar sobre o que eu faço não estava me consultando  – ouvi dele que não posso usar palavras difíceis pois afastam as pessoas. Ao falar sobre sistema eleitoral, imagino que todos aqueles que tem capacidade legal de votar, devem, pelo menos deveriam, saber as terminologias e conhecer sobre o assunto.

 “Quem escreve para obter o supérfluo como se escrevesse para obter o necessário, escreve ainda 
pior do que se para obter apenas o necessário escrevesse.” 
 FERNANDO PESSOA

Assim sendo; sorry, periferia !

O Pelé estava certo, não fomos educados e ensinados a votar, logo, não sabemos (a maioria) do que estamos falando.

Sistema Eleitoral

Desse modo, um sistema eleitoral de qualquer nação, representa qual o tipo de governo e regime em que vivem os cidadãos de um país. Desde que a Proclamação da República foi decretada, o Brasil tenta ter regimes democráticos, entretanto, na realidade, mantêm uma democracia guiada desde 1808, em outras palavras, nunca estivemos sob a égide um regime plenamente democrático.

Por exemplo, as mulheres demoraram a ter o direito de votar. Durante alguns regimes de exceção o voto foi cassado e em muitos estados e municípios não podíamos ter ninguém do Executivo eleito. Somente em um passado recente, após manifestações e muitas brigas, passamos a eleger presidente, não sem antes experimentar um Sarney da vida. Tudo dentro de um sistema eleitoral completamente guiado, manipulado e que dá ares de ser democrático, simplesmente IMPOSSÍVEL.

E aí, o que vejo no noticiário hoje?

Surpreendentemente, Gilmar Mendes, ministro do STF, emprestado à Justiça Eleitoral (leia-se TSE) promove um jantar reservado e neste jantar o ex-candidato derrotado várias vezes, José Serra, propõe a retirada de questões eleitorais da Constituição para “facilitar mudanças”.

A maioria das pessoas que vou sugerir ler este post , não vai ler e, por outro lado,  minoria que ler vai estar se perguntando porque abordo este assunto. Certamente, ter que explicar para eleitor porque o sistema eleitoral é falido e confronta a Constituição, é doído e doido.

Máquina de Votar

Que a chamada Urna Eletrônica, pra mim máquina de votar pois abandonou o espírito original de uma URNA, é uma farsa, todos já deviam saber. Desde 1996 que denuncio este engodo eletrônico, mas tenho colhido elogios tardios de alguém que me ouviu 20 anos atrás e hoje concorda comigo, embora existam os céticos e “muristas”.

Em suma, o Sistema Eleitoral Brasileiro (não falo somente da máquina de receber intenções de voto), atualmente fundamentado em base tecnológica ultrapassada, é muito frágil. Se auditá-lo (Auditores verdadeiramente INDEPENDENTES) ele berra e confessa com cinco minutos de trabalhos. E não querem que o brasileiro exponha esta ferida, Se nenhum país no mundo jamais utilizou esta tecnologia e modelo eleitoral eletrônico brasileiro, deveria ser um sinal para nosotros.

Meias verdades no Sistema Eleitoral

Quando se pega um exemplo e generaliza, é uma falácia, ou quando é sem intenção, um paralogismo, que abunda nas redes sociais superficiais..

CF/88 -Artigo 5o.

XXXVIII – é reconhecida a instituição do júri, com a organização que lhe der a lei, assegurados:

b) o sigilo das votações;

Então, em eleições recentes, um professor da UNB e seus colaboradores, provaram para o TSE, e quem mais quisesse entender, que este direito constitucional NUNCA foi garantido pelo TSE, seus ministros e juízes e pelos tecnocratas incompetentes que lá se locupletam. Daí a minha afirmativa de que as urnas e todo o nosso sistema eleitoral é vulnerável, desde 1996.

Inesperadamente, aparece um José Serra, um grande derrotado pelo sistema eleitoral vigente, propondo tirar direitos básicos da Constituição, com as “bençãos” do compadre Gilmar Mendes. E ainda encontro nas redes sociais, analfabeto funcional que não entendeu nada ainda, apoiando este tipo de “reforma” e reformista.

Eleitores confusos

Enfim, entendam o que está acontecendo no país, depois não venham se arrepender ou reclamar. Acreditem menos em personagens de redes sociais e gente que é especialista num assunto e se mete a falar de outros como se autoridade fosse em tudo.

Leiam mais e pensem antes de compartilhar falácias, propostas indecorosas, ideias estúpidas e compartilhar paralogismos pueris.

Em suma, quer ser manipulado?  Quer ser omisso? Quer apontar seu dedinho?

É um direito seu ser estulto; entretanto, vai com calma, nem todos são idiotas como você !

Se um aprendiz de capitão-do-mato como o José Serra quer tirar assunto eleições da Constituição ( matéria no site UOL ) é direito de todos optarem pelo melhor, mas entendam que estas propostas não é o melhor para todos.

A cada dia um direito do cidadão vai para o ralo.

É provável que tenhamos parido uma, talvez duas, gerações inteiras de inúteis eleitorais para uma democracia.

 

Imagem: Reprodução Internet

 

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários, ou na página do Facebook,associada a este Blog.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referenciam-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

 

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.