Profissões em Alta - Reprodução Internet

Profissões em Alta – O Futuro foi ontem

O Futuro foi Ontem

Desde o começo deste Blog tenho escrito sobre profissionais, trabalho, emprego e afins. A reforma trabalhista que vem ocorrendo desde então foi um dos motivadores para a criação deste espaço virtual. A minha visão sobre profissões em alta é simples, não dura 24 horas; as tecnologias e políticas macroeconômicas derrubam tudo num estalar de dedos.

Revisitando os textos escritos e revisados, o primeiro que tratei de uma profissão (atualmente em baixa) foi com o título ” Parasita-mor da sociedade tupiniquim “. No referido texto eu consegui desopilar o fígado ante uma profissão que “se acha”, que não contribui em nada (com raríssimas exceções) para a humanidade. Se bem que a profissão apontada no texto, como tantas outras, está em franca e acelerada extinção, qualquer iletrado pode exercê-la.

Dessa forma, iniciei a exposição de minha opinião sobre as profissões em alta e em baixa nos últimos anos. O texto mais recente sobre o tema foi meses atrás, quando avaliei as novas perspectivas de trabalho em casa (home office) e as profissões do futuro. Como imaginado em ” Trabalho Remoto x Profissões do Futuro “,  o futuro foi ontem e as profissões em alta dependem, cada vez mais, de tecnologia, interesses das oligarquias e peculiaridades que as pessoas ainda não perceberam.

Inegavelmente, profissões em alta é uma tema recorrente, altamente relevante, cíclico e não dura 24 horas.

Profissões em Alta

No texto de seis meses atrás, indiquei algumas profissões, de atuação no nível operacional ou tático (ver “Os níveis de gestão em uma organização“. Entretanto, outras profissões em alta, inclusive na posição estratégica das organizações, vão surgindo ou mudando o perfil e atribuições, o que, aparentemente, parece ser novidade, é somente uma maquiagem e diversionismo.

Por outro lado, alguns textos foram preditivos, quando escrevi “Profissões do Futuro” a partir de minha participação em alguns grupos de interesse, atirei no que vi e acertei no que eles não viam. Algumas destas atividades, mesmo as exercidas por “profissionais liberais” e executivas estão sob sério risco ou “grandes oportunidades”.

O mercado de trabalho tem reduzido, drasticamente, as oportunidades e vagas e elevado as remunerações para alguma poucas atividades. Tem sido normal a junção de atribuições e a admissibilidade de trabalho mesclado entre presencial e home office (até como pseudobenefício).

Piloto de Drone

Surpreendentemente, algumas profissões “novas” (que realmente não existiam) estão em alta e com remuneração bem superior a outras posições estratégicas. Por exemplo, Piloto de VANT, sejam eles civis ou militares, ganham mais trabalhando remotamente e têm menos riscos do que um “diretor executivo financeiro” de uma organização.

Consequentemente, provocam menos malefícios ao cidadão comum quanto mais profissionais e eficazes na execução de suas atividades.

Esta é uma profissão, que se eu tivesse dezesseis anos, estaria investindo ou até mesmo recomendaria a alguém, se me perguntassem que profissão deveria seguir.

Profissões em Vertigem

Se existem atividades profissionais em alta, por outro lado existem aquelas que estão em extinção ou até mesmo foram extintas e quem as exerce não se deu conta.

Já escrevi textos e escreverei outros sobre o assunto. Os exemplos saltam aos olhos a cada postagem ou publicação nos milhares de blogs que passaram a falar sobre o futuro e atividades profissionais. Experimentem, façam uma pesquisa, coloquem as palavras “profissão” e “futuro” no Google, Yahoo!, Cadê ( OPS ! Falha nossa! ) e vejam quantos futurólogos temos.

É assustador a quantidade de coaches que são capacitados para falar que esta ou aquela atividade é a do futuro, que vai ganhar mais, que terá sucesso, façam a pesquisa e constatem o tanto de aproveitador.

O Futuro amanhã

Ainda não chegamos nos tempos da Singularidade Tecnológica (estamos quase lá), entretanto o mundo que vivemos ontem nunca mais será o mesmo. A você cabe ajudar qualquer estudante a entender o mundo e que escolher uma profissão para atuar no futuro não depende de boas notas no ENEM e nem do sucesso aparente de exceções em cada atividade profissional; o sistema é BRUTO !

Existem diversas vertentes sobre o amanhã, filosoficamente falando, são várias as teorias e quando envolve-se religião, fé e políticas públicas ou sociais, temos a certeza de que não temos o controle de nada.

Enfim, não tenho a mínima pretensão de ser o dono da verdade. Como se não bastasse, até fico cansado ao escrever esta frase para me defender de acusações quanto a forma e não quanto ao conteúdo. Caso não concorde, debata com alguém, troque ideias, escreva e convença as pessoas do contrário, sem julgar a forma com que eu escrevo ou falo sobre cada assunto ( HÁ LIMITES ! )

 

Imagem:  Reprodução Internet (Autor não identificado)

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários ou na página do Facebook, associada a este Blog, certamente serão todos lidos e avaliados.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referenciam-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

2 comments for “Profissões em Alta – O Futuro foi ontem

  1. Ivan Paula
    27/01/2021 at 21:48

    Penso que, com as novas tecnologias em todas as áreas de trabalho.
    Além da formação acadêmica ou cursos técnicos, é importante ter uma dose de criatividade, conhecimento, produtividade, e cooperativismo.

    • 27/01/2021 at 22:03

      Algumas profissões e atividades não tem “qualificação” que resolva. Outras será essencial ter qualificação MUITO além do que é exigido hoje.
      A pior situação é sugerir aos adolescentes carreiras “nada a ver” só porque tem títulos legais ou “fama” de UM que conseguiu sucesso em UM MILHÃO que tentou. O desenho que ilustra o texto é bem apropriado á situação caótica que vivemos e veremos …

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.