Stephem Kanitz - Bio Suno.Com.Br

Stephen Kanitz e as 12 predições otimistas

Kanitz ontem

Stephen Kanitz é um consultor de empresas e conferencista, tem um verbete no Wikipedia, que o classifica como alguém importante. Entretanto, em tempos de redes sociais rasteiras e personagens inusitados, ter verbete não significa nada. O preclaro epistemólogo é muito mais. Lá se vão quase 50 anos que ele publicou o artigo que o elevou a figura pública pensante.

Em ” Como prever falências de empresas“, de 1974 na Revista Exame, ele se lançava no mundo do business. Por outro lado, é bastante curioso tratar do tema em pleno regime militar e época do “milagre econômico”.

Tem tantos prêmios e titulações que representa em todos os sentidos a falácia do Apelo à Autoridade, e que delicia um séquito de bajuladores. Impressiona ver a quantidade de “likes” e os comentários gosmentos dos teleguiados. Como se não bastasse, à mínima crítica ou pergunta incômoda feita nas suas conferências muxoxos são observados vindos de áulicos servis.

Kanitz epistemólogo

Bastante atuante nas mídias tradicionais e conferências, inclusive online e à distância, Kanitz fez um pequeno texto que é um desafio. Escreveu previsões para o período de 2020 a 2029 e fez uma bravata ao final (ver texto original em https://blog.kanitz.com.br/2020-a-2029/ ).

Naquele diminuto texto, do alto de suas titulações, Kanitz comete alguns sacrilégios, talvez acostumado com as predições de falências que bem ensinou à revista Exame. Logo após o título profético ( prever o que vai “rolar” na década vigente ), ele ironiza com ” Tenho lido páginas e páginas de pessimismo sobre a década perdida, justamente daqueles que nos perderam a década.

E avoca para si a prerrogativa de otimista; Kanitz, sinto muito, mas ser adepto do Guedes, mesmo sendo de Harvard, não o qualifica para criticar o “como chegamos aqui“.

Desafio

Ele escreve 12 pontos otimistas ( ? ? ? ) e faz uma espécie de desafio. Posso ter entendido tudo ao contrário, mas não consigo imaginar se ele usou palavras erradas, sabidamente de duplo sentido, ou foi só provocação, de qualquer modo eu aceito.

Escreveu “Façam a sua média com as previsões negativas que estão lendo por aí.”

Quando temos palavras como “média” e “negativas” numa mesma frase, fica difícil até saber por onde começamos e prevemos que não terminaremos. Eu diria que existe o passado e, portanto, prosseguiria afirmando que a avaliação é positiva ou negativa. Por outro lado, o otimismo pode contrapor-se ao pessimismo, o que é impróprio em relação a “previsões negativas“, IMNSHO.

Assim sendo, creio que o laureado mestre em administração de empresas da Harvard Business School tem razão quando escreve e reconhece que “Eu não sou mais especialista nesta área …” ( sic ). Com toda a certeza, Astrologia, Economia e Política não são ciências em que um bacharel em Contábeis, especialista em falências, estaria confortável.

12 pontos de Kanitz

“… é muita ousadia sua …” , disse um conhecido meu; sobre o fato de que eu faça alguma crítica a alguém com tantos títulos, premiações, livros e reconhecimento. Entretanto, estou numa fase da vida que me permite questionar até aqueles que foram meus professores, embora alguns destes professores nem entendem muito do que estou falando.

Stephen Kanitz escreveu, de maneira superficial, 12 pontos otimistas em que ele contrapõe a ideia da década perdida e a análises realistas, dentre as quais já escrevi. Por exemplo, quando referenciei o futuro em ” Nanoeconomia Feudal no Século XXI ” eu me declarava um não-economista e me atrevia a ser realista. Se Kanitz tivesse lido meu texto ( sou pretensioso, né ? ) de fato me enquadraria entre os pessimistas ?

Em um texto recente, usei um dos 12 pontos de Kanitz, o mais absurdo, onde ele apresenta seu otimismo sobre trabalho e honestidade. Certamente, no texto ” Ética protestante, Unção e Otimismo ” gastei mais de 280 caracteres para contrapor o otimismo senil de Kanitz. Claro que fui mais retaliado do que compreendido, principalmente pelos evangélicos e pela horda da servidão voluntária.

Predições otimistas

Estou trabalhando na construção de outros textos, um pouco mais consistentes e robustos do que 280 caracteres ou previsões do tipo astrólogo da Ana Maria Braga. Mas quero registrar as previsões do douto Kanitz e acompanhar os comentários para possibilitar, talvez, um possível debate tríplice. Quem sabe alguém tenha a coragem de promover uma “live” com um “otimista” ( Kanitz, por exemplo ), um realista e um pessimista, será enriquecedor. #FicaaDICA.

2020 a 2029

Os pontos do debate poderiam ser os doze relacionados por Kanitz, ipsis litteris, ia ser inopinadamente lúdico.

12 pontos in “2020 a 2029

    1. A agricultura será o motor da economia nessa próxima década.
    2. Isso gerará o reverso do êxodo rural que alimentou nossas favelas justamente para suprir mão de obra para a construção civil.
    3. Construção civil vai migrar para o interior, com terrenos mais baratos, matéria prima ao lado, e mão de obra local.
    4. O êxodo das cidades irá reduzir o custo de vida médio das famílias.
    5. O comunitarismo que irá surgir (sic), naturalmente irá reduzir custos sociais.
    6. O ensino técnico, praticamente inexistente nesse país além do Sebrae, será suprido pelos milhares de cursos técnicos na net (sic), como “Como consertar o respirador Resmed”, não ensinado pelo Ministério da Educação.
    7. A nova geração está sendo estimulada a investir bem mais cedo no seu ciclo de vida, e os day traders logo aprenderão sua lição. Teremos poupança maior em 2029 do que 2019 (sic).
    8. Segundo Guedes, haverá enorme (sic) influxo de investimentos estrangeiros no Brasil, como já está tendo.
    9. Os chineses dominarão (sic) 15% das empresas grandes (sic) brasileiras, trazendo consigo os conceitos de administração chinesa, mais exigente e eficaz, aliada a uma engenharia integrada com o resto da empresa.
    10. O crescimento das igrejas evangélicas, hoje maioria, está introduzindo a ética protestante de trabalho e honestidade.
    11. A corrupção será bem menor nessa década.
    12. O Ministro Tarcísio está deixando um incrível legado na Infraestrutura desse país que beneficiará o próximo governo, algo raro nesse país.

O Futuro

Logo após ler o texto, fiquei acompanhando o número de leituras e os comentários, na última visita, mais de 2100 leituras e pouco mais de uma dúzia de comentários. Certamente, a publicação original não suscita muitas leituras e comentários, mas os compartilhamentos e divulgação noutras redes sociais gerou o efeito desejado.

Vou, neste texto, usar somente o ponto 5. O uso da palavra comunitarismo me assusta, termo cunhado nos anos 1980 nos remete a uma concepção otimista que não deveria ser do Kanitz, SMJ. Escrevi sobre os Feudos do Século XXI e sobre a questão do Comunismo ( ver Comunista – Uma Visão de Mundo ) e a percepção das pessoas sobre termos e palavras. Surpreendentemente, a visão otimista de Kanitz, um adorador dos “Chicago Boys” dizendo que “… o comunitarismo irá surgir, naturalmente irá reduzir custos sociais.” é reveladora. Por outro lado, teremos que informar a ele que o comunitarismo já existe, desde a Idade Média.

Kanitz pode até acertar algumas predições, entretanto, seu “otimismo” para a década é terrível, parece mais torcedor de time de futebol prevendo a próxima temporada. Talvez explique porque o criador do “Maiores e Melhores” e dos homenageados em capas da revista Exame estejam quase sempre envolvidos em falências, bancarrotas etc.

Enfim, para cada um dos itens publicados, teríamos bons debates, a menos que aquilo escrito por Kanitz seja somente “zueira” e eu não tenha estendido o espírito irônico do texto. Contudo, deveria haver um manual de instruções para o caso de ser uma ironia, tem muito seguidor e fã do Kanitz levando a sério.

Eu não confiaria muito no otimismo de Stephen Kanitz ou, de fato, minha bola de cristal está quebrada.

 

É VERDADE

Espaço destinado a verdades em Pindorama que se contar, ninguém acredita e, provavelmente, não serão notícias boas. Será feita ao menos uma indicação por texto e, eventualmente, mais de uma poderá ser publicada.

 

Imagem: Reprodução Suno.Com.Br

Nota do Autor

Reitero, dentre outras, o pedido feito em muitos textos deste blog e presente na página de “Advertências“.

  • Observações, sugestões, indicações de erro e outros, uma vez que tenham o propósito de melhorar o conteúdo, são bem vindas.
  • Coloquem aqui, nos comentários ou na página do Facebook, associada a este Blog, certamente serão todos lidos e avaliados.
  • Alguns textos são revisados, outros apresentam erros (inclusive ortográficos) e que vão sendo corrigidos à medida que tornam-se erros graves (inclusive históricos).
  • Algumas passagens e citações podem parecer estranhas mas fazem parte ou referem-se a textos ainda inéditos.

Agradeço a compreensão de todos e compreendo os que acham que escrevo coisas difíceis de entender, é parte do “jogo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.