Cargo e Meritocracia - Blog do Val Cabral

Mercado de Trabalho – Um cargo para chamar de meu

Cargo (s) e Salário (s)

Muito tempo atrás, quando as funções e cargos das pessoas eram bem definidos, existia um profissional na área de recursos humanos ( RH ) que cuidava da atividade de Cargos e Salários. O mercado de trabalho mudou, está tudo confuso e as nomenclaturas das posições mudam ao sabor do humor do recrutador. Portanto, faz-se necessário até forjar um cargo para chamar de meu.

Desse modo, passei o ano inteiro de 2020 à procura de trabalho, de qualquer tipo e em diversos cargos, funções, skills e outros adjetivos que, anteriormente, era apenas cargo. Com certeza, alguns cargos foram se misturando com função e posição. Assim sendo, um supervisor, gerente, coordenador virou gestor. E aí começam nossos problemas.

Por outro lado, fiquei pensando, neste final de ano em que as contratações que já estavam difíceis e pioraram por conta da pandemia, como é que se ajustaram os analistas de cargos e salários. Outro dia, encontrei um destes profissionais com o qual trabalhei numa empresa grande. Ele saiu da empresa antes de mim, obteve ascensão na carreira mas foi demitido antes mesmo da pandemia. Foi substituído por programas de computador que faziam muito mais, de forma mais eficaz e mais rápido, estava fazendo trabalho de Orçamentista em oficina mecânica ( trabalho intermitente ).

Meu Cargo

Depois de me candidatar a mais de 300 posições e não receber nenhum retorno pelas vias de recrutamento normais ( somente pelos relacionamentos ), resolvi reavaliar meu Currículo Vitae ( CV ). Surpreendentemente, deparei-me com um coach de Currículo, que oferecia algumas dicas de amostra grátis e depois propunha refazer seu CV de forma remunerada. A princípio, pensei que era bastante justo. #SQN.

Estudei mais um pouco o assunto para decidir se contratava o coach, que era exímio divulgador das vagas que o CV preparado por ele, conquistava. Descobri, por exemplo, que uma das sugestões era “… não escreva Currículo Vitae no seu currículo … “, dentre outras coisas inexplicáveis, pelo menos pra mim.

Após algumas incursões em espaços de recrutadores e conversas com profissionais que utilizam software de Inteligência Artificial ( IA ), concluí que o problema não era ( e ainda não é ! ) com meu CV. O problema é de QI ( quem indica ) – agora denominado Relationship – o que torna uma simples entrega de CV um processo que exige até conhecimento de idioma.

Assim sendo, tive a certeza de que preciso mesmo é trabalhar um cargo para chamar de meu, usando alguma estratégia de marketing, criar a necessidade nas empresas de terem alguém com cargo ou função no título que eu determine.

Cargo pós-Pandemia

Logo após meus “estudos” sobre o tema, resolvi que algumas coisas são um tanto quanto impróprias e não estou mais na idade de aceitar ou ouvir algumas desculpas. Na condição de profissional de TI e com a bagagem de várias “notas 100” nas disciplinas de Recursos Humanos na academia, faço testes variados. Em outras palavras, até a forma de preencher formulário é utilizada por mim para saber se é um programa de computador ou uma pessoa que jogará meu CV no lixo.

Resposta 1

Uma das vagas que me candidatei enviou-me a seguinte resposta ( receber resposta já é motivo de comemoração )

Olá, Evandro! Você recebeu uma mensagem da empresa ****** referente à vaga Analista de ****** 
Senior. Olá, Evandro. Tudo bem? Recebemos sua aplicação para a vaga de Analista de ******** 
Senior ( https://*****/jobs/576*** ), mas notamos que o seu perfil não é compatível para o 
que estamos buscando para essa vaga nesse momento.

Resposta 2

Noutra das centenas de vagas, recebi resposta mais amigável, mas sem aquela entrevista esperada.

Obrigada por dedicar o seu tempo participando do processo seletivo para a vaga de Consultor de 
****** . Ficamos imensamente gratos por ter profissionais como você se interessando em fazer 
parte do nosso Time. Nesse momento, buscamos profissionais com conhecimento e perfil muito 
específico. Por essa razão reavaliamos internamente, optando por formar pessoas com o perfil 
e conhecimento que precisamos, iniciando assim mais uma turma de trainees.

Os caras anunciam vaga para Consultor, com muita experiência e depois falam que reavaliaram e vão formar trainees ? É sério ? Certamente, eles sabem o que estão fazendo ( os CEO, os recrutadores, os gestores etc. ), eu é que não sei o que estou me candidatando.

Retorno ao candidato

É impressionante a diversidade de respostas ( respostas automáticas nem considero ) e a saia justa que os recrutadores são colocados com perguntas fora do script.

Por exemplo, certa feita a empresa coletora de currículos usava dados de oportunidades anteriores a que candidatei na mesma plataforma. O que eles fizeram? Copiaram as respostas do questionário-padrão que respondi para uma vaga de oito meses anteriores e “entregou-as” para a empresa que demandava a nova vaga. Acontece que sendo funções/cargo/atividades diferentes, o questionário exigia respostas diferentes. A empresa que faz o processo inicial é fora do Brasil, o software foi feito por uma empresa de São Paulo, para uma vaga numa empresa no Espírito Santo que terceiriza mão-de-obra para trabalhar em Belo Horizonte.

Resumo da história, tenho que criar um cargo para chamar de meu antes que aqueles que têm CV equivalente ao meu o façam, ou seus relationship atuem antes dos meus.

Recrutamento e Seleção

Tenho lido muitos textos de recrutadores, coaches, pessoal de seleção, RH e afins. Com toda a certeza, estes também estão sofrendo com desemprego, subemprego, precarização das condições de trabalho e problemas afins. A pandemia não pode ser responsabilizada por todos os males do trabalho e emprego e as dificuldades para todas as profissões.

Pouco depois que foi decretada a pandemia, comecei a pensar nas várias atividades do pós-pandemia. Assim sendo, vi evidências de que a Economia, Educação, Saúde, Trabalho e o Emprego nunca mais serão os mesmos. Mais recentemente, em ” Trabalho Pós-Pandemia ” abordo a questão de como não vai ser a nomenclatura da função que determinará o trabalho. Anteriormente, em ” Manual do Blefador – Computador ” tratei de como é possível para várias profissões e funções ser um blefador com certo sucesso. As redes sociais estão cuidando de consolidar esta premissa, portanto, não adianta recomendarem não mentir no currículo, #FicaaDICA.

Outra dica importante é não colocar nada que possa ameaçar um supervisor, gerente ou diretor. Se pedem experiência do tipo “Pleno”, não seja Sênior, superiores ameaçados são um perigo e o cargo que você vai criar ele tem que desejar ter alguém sob o comando dele.

O Futuro

Em suma, estou preparado para entrar o ano novo, com ou sem pandemia, com CV alterado e com cargo novo. Contudo, antes vou criar uma rede de relacionamentos para influenciar o CEO das empresas a terem o cargo que vou propor. Se os que até aqui mantiveram a curiosidade em saber qual o nome do cargo que estou criando digo que vou decepcioná-los. Com toda a certeza, posso dizer que em um nome composto de duas funções e uma preposição, mas não digo, é segredo de negócio.

Do mesmo modo que algumas profissões e funções estão em extinção novos nomes surgirão, só quero ver se alguém vai elogiar pela ideia, vamos em frente !

 

P. S.

  1. Lá no começo do texto, citei um coach de CV, declaro que aprendi um pouco, não adiantou muito e resolvi não contratá-lo, sorry !
  2. Nomes de pessoas, empresas de robots foram propositalmente omitidos e não tem nenhuma ficção no texto.
  3. Dica importante, se constatar algum problema no site da empresa contratante, não fale nada, tente descobrir o problema e resolva você mesmo, eles não gostam de que defeitos sejam apontados.
  4. Do mesmo modo, se você ver pedido de atribuição ( skill ) imprópria para o cargo ou experiência, fique calado ou minta. Eles não sabem o que estão pedindo.

 

Charge: Reprodução Blog do Val Cabral

 

2 comments for “Mercado de Trabalho – Um cargo para chamar de meu

  1. Romarol
    07/04/2021 at 09:34

    Complicado, Evandro. Fico até triste com essa sua história. Espero que a nova era seja melhor para a humanidade! Que o intelecto, o estudo, a mente, seja valorizada. Em particular, o Brasil, a coisa está um pouco pior do que o mundo. Torcer por dias melhores.

    • 07/04/2021 at 11:30

      Romarol, minha história é a história de milhares. A idade provecta contribui muito e o que mais me deixa triste é a indiferença e pouco caso de muitos, jovens, adultos, velhos.
      O poço não tem fundo.
      #VacinaparaTODOSjá

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.